NOTÍCIAS
17/09/2015 16:22 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:40 -02

Aécio Neves responde Dilma Rousseff: 'Golpe é se utilizar de irresponsabilidade fiscal para obter votos'

Montagem/Estadão Conteúdo

A fala da presidente Dilma Rousseff, que classificou os pedidos de impeachment como "versão moderna do golpe", não passou em branco para a oposição.

Nesta quarta-feira (16), o senador e presidente do PSDB Aécio Neves (MG - PSDB), respondeu à presidente em uma coletiva de imprensa em Brasília dizendo que "golpe e atalho para se chegar no poder é se utilizar do dinheiro do crime ou de irresponsabilidade fiscal para obter votos".

Para Rousseff, os movimentos da oposição usam a saída da crise como pretexto para incitar a ruptura da democracia.

Aécio Neves, por sua vez, lembrou que a presidente passa por dois processos de investigação -- no Tribunal de Contas da União sobre as pedaladas fiscais e no Tribunal Superior Eleitoral que avalia a legitimidade da receita na sua campanha presidencial.

Se em um determinado momento, através das instituições que temos hoje, chega-se à conclusão de que aquele mandato, ou aquele voto foi obtido de forma ilegal [...] perde-se essa legitimidade [do mandato]. Portanto, é preciso que tenhamos todos, inclusive a presidente da República, tranquilidade, serenidade, para aguardar esse julgamento.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: