NOTÍCIAS
08/09/2015 07:21 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:34 -02

Presidente Nicolás Maduro anuncia que Venezuela quer acolher 20 mil sírios

Montagem/Reuters

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nessa segunda-feira (7) que seu país quer acolher 20 mil sírios, de modo a que se juntem à “grande comunidade síria” que já vive no país.

“Pedi à ministra dos Negócios Estrangeiros [Delcy Rodríguez] que se reúna com a comunidade síria [e a informe que a] Venezuela vai acolher 20 mil compatriotas sírios na diáspora”, anunciou Maduro, durante um Conselho de Ministros no palácio presidencial de Miraflores.

O governante disse sentir “dor” em relação à situação do povo sírio, o qual a Venezuela “ama”, “respeita” e “conhece muito bem”.

“Quero que venham 20 mil sírios, famílias sírias, para a nossa pátria venezuelana, para partilharem esta terra de paz, esta terra de Cristo, de Bolívar, para trabalharem conosco e contribuírem, com o seu amor a Deus, para o desenvolvimento desta terra mágica”, disse.

Maduro fez este anúncio no mesmo dia em que a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, disse que o seu País está “de braços abertos” para acolher refugiados sírios.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS:


LEIA TAMBÉM

- Alemanha anuncia acordo de 6 bilhões de euros para ajudar imigrantes

- Refugiados de guerra são diferentes dos que fogem da pobreza, diz Angelina Jolie

- Brasil tem uma boa política de acolhimento de refugiados, dizem especialistas

- Entre a morte certa e a chance de sobreviver, o que você escolheria?