NOTÍCIAS
08/09/2015 09:53 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:34 -02

França diz que receber todos refugiados seria uma vitória para Estado Islâmico

Spencer Plat / Getty Images

A França alertou nesta terça-feira que seria um erro caso a Europa recebesse todos os refugiados procurados por militantes do Estado Islâmico na Síria e Iraque e pediu um plano de ação para garantir que a diversidade do Oriente Médio permaneça, apesar da crise crescente.

Cerca de 60 países, incluindo ministros do Iraque, Jordânia, Turquia e Líbano, se encontraram em Paris nesta terça-feira para garantir medidas que facilitem o retorno de refugiados, encorajando governos regionais a darem um papel político a minorias e assegurando que não haja impunidade para crimes contra a humanidade.

"É muito difícil, mas se todos estes refugiados vierem à Europa ou outro lugar, então o Estado Islâmico ganhou o jogo", disse o ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, à rádio RTL.

"O objetivo (desta conferência) é que o Oriente Médio continue o Oriente Médio, que significa uma região de diversidade onde existem cristãos, yazidis etc", disse.

De acordo com diplomatas franceses, a conferência também deveria avaliar garantias financeiras que poderiam ser usadas para melhorar a situação de refugiados nos Estados vizinhos, desde a reconstrução de infraestrutura até a restauração de serviços básicos ou treinamento da polícia local.

Mais refugiados

A agência da ONU para os refugiados estima que o número de refugiados viajando pelo Mediterrâneo para a Europa vai atingir 400 mil este ano e pode chegar a pelo menos 450 mil em 2016, informou o Acnur em um apelo emergencial publicado nesta terça-feira.

"Em 2015, o Acnur antecipa que aproximadamente 400 mil novas pessoas vão buscar proteção internacional na Europa via Mediterrâneo. Em 2016 esse número pode chegar a 450 mil ou mais", disse o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, acrescentando que mais de 366 mil pessoas já fizeram essa travessia em 2015.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: