NOTÍCIAS
04/09/2015 14:21 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:34 -02

Sport usa amor pelo futebol para ajudar na adoção de crianças com mais de 7 anos

"O que eu mais queria era ter uma família. Mas se for Sport, seria bom demais, né?", diz um menino no vídeo da campanha "Adote um pequeno torcedor", do Sport, o único representante nordestino no Campeonato Brasileiro da Série A deste ano.

A ideia é que o amor pelo futebol crie uma ligação entre as crianças "mais velhas" e seus possíveis pais. É a primeira vez que uma equipe brasileira desenvolve um programa desse tipo.

O que mais legal do que gritar gol com seu filho ou filha, certo?


adoção sport


De acordo com o Cadastro Nacional de Adoção (CNA), são 5.646 crianças e adolescentes aptos à adoção no país e 33.594 pretendentes aguardando na fila. Acontece que a maioria absoluta das pessoas cadastradas (94%) procuram por crianças com menos 7 anos.

Na capital pernambucana por exemplo, são 82 crianças disponíveis para adoção, mas a maioria com mais 7 anos. Em 2014, 46 crianças entraram nos abrigos da cidade e 22 delas tinham mais que cinco anos e 13 mais do que 11 anos.

A iniciativa do Leão, o apelido da equipe, conta com a parceria entre a 2ª Vara da Infância e Juventude da Capital e o Ministério Público de Pernambuco.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: