COMPORTAMENTO
04/09/2015 11:36 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

Eu me divorciei aos 37 e nunca imaginei o que viria a seguir

Tracy Brown Hamilton

This Is Divorce At ... é uma série sobre divórcio do HuffPost que analisa o divórcio em cada fase da vida.

Depois de 12 anos de casada, a jornalista Tracy Brown Hamilton e seu marido perceberam que se tornaram "muito bons amigos" e sentiam dificuldade em manter o casamento.

Aos 37 anos e sem filhos, Brown Hamilton e seu marido decidiram se separar.

"Após seis meses de separação nós dois percebemos como estávamos felizes com a decisão e o risco que corremos", disse a escritora ao The Huffington Post.

Abaixo, Brown Hamilton nos conta mais sobre o belo rumo que sua vida deu após o seu divórcio.

"Meu ex-marido e eu terminamos o nosso casamento tomando uma cerveja, uma decisão que adiamos um tempão e que nos deixou mais aliviados – e também tristes e assustados - por termos conseguido tomar."

Eu tinha 37 e nós vivíamos em Haarlem, na Holanda. Não tivemos filhos – isso era algo que eu não tinha certeza se queria - mas quando você se divorcia aos 37 é difícil não pensar que você está fechando essa porta para a possibilidade de formar uma família.

tracy brown hamilton

Tracy em Paris alguns meses antes de seu casamento acabar.

Depois de doze anos, o que tinha começado como uma grande aventura romântica, mas estava começando a parecer mais com um desenho animado de Tom e Jerry, eu pensei que talvez eu era egoísta demais para ser uma boa parceira.

Estar solteira de novo me fez sentir minha cabeça girando a mil. Eu poderia ir a qualquer lugar e fazer qualquer coisa.

Mas eu fiquei, na maior parte do tempo, sentada sozinha na minha varanda, bebendo vinho e fumando.

Um amigo meu – na verdade meu primeiro namorado - estava vivendo em Xangai na época e me ofereceu o apartamento dele enquanto ele viajava no verão. Ele me enviou as chaves e eu, um pouco perturbada, embarquei para a China.

Eu tentei ao máximo ser aventureira e estar aberta às experiências - como o clichê de Comer, Rezar, Amar - mas após alguns dias, eu me vi sentada na varanda do meu amigo, bebendo vinho e fumando.

Minha única epifania nessa viagem foi a de que eu queria voltar para casa. Acabar com o meu casamento não pedia uma revisão total da minha vida; apenas significava que eu tinha que prosseguir em um novo estado de normalidade.

Voltei para Haarlem e no primeiro dia de volta ao trabalho eu fui demitida. Passei o dia na cama olhando para o teto e perguntando a mim mesma se no fim das contas eu ia acabar morando no sótão da minha irmã.

Como editora de língua Inglesa na Holanda as possibilidades de trabalho são limitadas. Um amigo - um homem irlandês de 50 anos -- sugeriu que eu entrasse erm contato com antigos colegas nos Estados Unidos e até o final da semana eu tinha trabalho freelance suficiente para me sustentar.

Além disso, meus amigos e ex-colegas de trabalho me lembraram de que eu era competente, capaz e resiliente.

O meu irlandês e eu começamos o que eventualmente chamaríamos de namoro, mas o que acontecia normalmente eram caminhadas e experiências culinárias.

Nós assistíamos sem parar a série Roma da HBO. Nós descobrimos e abraçamos nosso lado doméstico.

Nós éramos parceiros. Era bom ser responsável e fazer parte de uma equipe. Seis meses depois eu fiquei grávida.

Quando nosso filho estava com 8 meses, eu fiquei grávida de novo, e quando a nossa filha tinha 8 meses, estávamos esperando nosso terceiro filho.

tracy brown hamilton

Tracy e sua família.

Eu me divorciei aos 37 e aos 40 estava casada de novo e com uma carreira no jornalismo e três lindas crianças.

O divórcio também permitiu que o meu ex e eu gostássemos um do outro novamente. Nós somos amigos e eu sou grata por isso.

Para mim o divórcio aos 37 me ensinou que eu estava equipada com um "passado" suficiente no profissional, nos relacionamentos e mais maturidade no sentido geral para me virar por conta própria enquanto continuo a ter um "futuro" e ainda dar à minha vida uma nova direção.”

(Tradução: Simone Palma)

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS:


Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.