NOTÍCIAS
02/09/2015 17:59 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

Mergulhadores encontram bolha flutuante gigante e não têm ideia do que se trata


Um grupo de mergulhadores encontrou uma bolha translúcida mais ou menos do tamanho de um carro na costa ocidental da Turquia.

A bolha era “muito macia”, disseram os mergulhadores, e parecia “gelatinosa”. De longe, ela era quase invisível, mas de perto o grupo viu inúmeros pontinhos flutuando dentro da esfera de 4 metros.

Lutfu Tanriover, que capturou a bolha (que ele batizou de “a coisa”), disse ao blog Deep Sea News que o grupo ficou “empolgado e com medo” ao se aproximar da massa misteriosa.

Mesmo depois de uma inspeção minuciosa, os mergulhadores não conseguiram descobrir o que era a tal bolha.

O vídeo de Tanriover viralizou no começo do mês, e a internet tentou desvendar o mistério.

Christopher Mah, do Echinoblog, foi o primeiro candidato. Em um tweet, Mah afirmou que Michael Vecchione, especialista em lulas e cientista do Museu de História Natural Smithsonian, tinha uma possível resposta.

A bolha, disse Vecchione, provavelmente é uma enorme massa de ovos de lula – o maior que ele já viu.

O cientista especulou que uma lula chamada Ommastrephes bartramii (também conhecida como lula vermelha voadora, ou lula neon voadora) pode ser a responsável pela bolha. A lula vermelha voadora é uma “espécie comum” que pode chegar a 1,5 metro de comprimento, diz o Smithsonian.com.

red flying squid

Como nota o Deep Sea News, somente uma única outra massa de ovos de lula tão grande já tinha sido descoberta.

Em 2008, uma massa de ovos de cerca de 3 metros, de uma lula Humboldt (que, como a lula vermelha voadora, é da família Ommastrephidae), foi encontrada no Golfo da Califórnia. Aquela massa tinha entre 600 000 e 2 milhões de ovos. Na época, cientistas afirmaram que era uma “massa muito maior que as encontradas” até então.

A razão pela qual tais massas de ovos são raramente vistas, segundo o Deep Sea News, é a profundidade em que elas costumam ficar – além do fato de que os ovos se abrem rapidamente.

“Essas massas de ovos costumam ser encontradas em profundidades muito maiores, e só de vez em quando vêm para a superfície”, diz o blog. “Outro fator é o tempo... [No caso da massa de 2008] os ovos se abriram em apenas três dias. É uma janela de tempo bem curta para encontrar um objeto que se esconde tão bem.”

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS:


Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.