ENTRETENIMENTO
01/09/2015 12:41 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

007 'não é mais machista e misógino' como antes, diz ator Daniel Craig

Divulgação

Se depender do ator inglês Daniel Craig, 47, o espião James Bond não será mais machista e misógino. A declaração foi feita em recente entrevista à Esquire britânica.

Comparando sua versão de 007 com as anteriores, vividas por atores como Sean Connery e Pierce Brosnan, Craig disse:

"Tenho esperança de que meu Bond não seja tão machista e misógino [como antes]. O mundo mudou. Certamente, eu não sou essa pessoa, mas ele [o 007] é. E o que isso significa? Significa que você contrata grandes atrizes e cria as melhores personagens possíveis para mulheres no cinema".

Craig ainda disse que há um "equilíbrio delicado" para manter a essência de Bond enquanto ele é retratado nos dias de hoje. Além disso, comentou o fato de o personagem ser mulherengo:

"Ele é sozinho pra caralho. Há uma grande tristeza aí. Ele come essas lindas mulheres, mas elas vão embora. E isso é triste. Conforme um homem envelhece, isso não pega bem. Pode ser uma boa fantasia – e isso é discutível –, mas a realidade, depois de alguns meses..."

007 contra Spectre, novo filme do espião dirigido por Sam Mendes, tem estreia agendada no Brasil para 5 de novembro. Essa é a 4ª vez que Craig interpreta o papel. Veja o trailer do filme:


SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS:



MAIS GRANDES ESTREIAS NO BRASIL POST:

15 filmes que você não pode perder neste ano