NOTÍCIAS
22/08/2015 12:26 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:24 -02

Juíza determina que governo dos EUA solte menores imigrantes detidos

John Moore via Getty Images
MISSION, TX - SEPTEMBER 08: Families of Central American immigrants, including Jamie Gonzales, 26, and her son Jose Manuel, 4, from El Salvador, turn themselves in to U.S. Border Patrol agents after crossing the Rio Grande River from Mexico on September 8, 2014 to Mission, Texas. Although the numbers of such immigrant families and unaccompanied minors have decreased from a springtime high, thousands continue to cross in the border illegally into the United States. The Rio Grande Valley sector is the busiest area for illegal border crossings, especially for Central Americans, into the U.S. (Photo by John Moore/Getty Images)

Uma juíza federal dos Estados Unidos ordenou ao governo que libere imediatamente crianças imigrantes mantidas em centros de detenção, insistindo que uma decisão de julho em que sustentava que a prisão dos menores que cruzaram a fronteira viola medidas estabelecidas há muito tempo.

A decisão da juíza Dolly Gee em Los Angeles dá ao governo do presidente Barack Obama prazo até 23 de outubro para cumprir sua sentença e libere centenas de crianças que imigraram sem permissão, e em alguns casos, suas mães.

A decisão ocorre no momento em que pré-candidatos presidenciais dos Estados Unidos debatem sobre imigração ilegal e na sequência de um fluxo de imigrantes da América Central pela fronteira entre EUA e México.

No ano passado, mais de 68 mil crianças viajantes sem os pais entraram no país.

Em julho, a juíza determinou que o Departamento de Segurança Interna, ao manter crianças em centros de detenção, violava um acordo de 1997 que disse que jovens com idade inferior a 18 anos não poderiam ser mantidos por mais de 72 horas.

O governo deve apelar da decisão, mas não foi imediatamente localizado para comentar.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: