ENTRETENIMENTO

13 filmes que todo fã de Quentin Tarantino deveria conhecer

20/08/2015 13:34 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
Reprodução

"Eu roubo ideias de cada filme já feito", disse Quentin Tarantino em entrevista à Variety. "Se o meu trabalho tem alguma coisa, estou levando um pouco disso e um pouco daquilo e misturando tudo", completou o diretor de películas como Pulp Fiction (1994), Kill Bill (2003) e Bastardos Inglórios (2009).

Aos olhos do grande público, Tarantino é responsável por um catálogo de obras originais e criativas. Entretanto, basta um olhar atento - e mínimo conhecimento sobre cinema - para perceber que o real acerto da obra do diretor norte-americano está na reciclagem de temas, conceitos, cenas e até personagens.

Com a aproximação do lançamento de Os 8 Odiados (2015), oitavo filme da carreira de Tarantino, preparamos uma seleção de películas que todo fã de Tarantino deveria conhecer. Obras que atravessam as décadas de 1960 e 1970, já foram apontadas pelo diretor em diversas listas de favoritos e, de forma autoral, acabaram recortadas e coladas em diferentes trabalhos assinados pelo cineasta.



rio bravo


Onde Começa o Inferno (1959)

Direção: Howard Hawks

Com a ajuda de dois companheiros - um bêbado (Dean Martin) e um idoso (Ricky Nelson) -, o xerife John T. Chance (John Wayne) precisam manter a ordem em uma cidade controlada por um poderoso rancheiro que quer tirar o próprio irmão da cadeia, passando por cima de qualquer um. Apontado por Quentin Tarantino como um de seus filmes favoritos, a película de 1959 dirigida por Howard Hawks é base para a fase "western" da carreira do diretor, sendo apontado como uma das principais referências de Os 8 Odiados (2015).



filme


Faster, Pussycat! Kill! Kill! (1965)

Direção: Russ Meyer

Quer entender de onde veio a inspiração de Quentin Tarantino para o filme À Prova de Morte (2007) e grande parte das heroínas criadas pelo diretor? Ora, veja Faster, Pussycat! Kill! Kill!. Dirigido por Russ Meyer, o filme de 1965 é a base não apenas para parte da história criada por Tarantino, como para as principais características de cada uma das personagens da trama. O próprio diretor já demonstrou interesse em produzir uma refilmagem do clássico.



tatsi


Três Homens em Conflito (1966)

Direção: Sergio Leone

Um dos maiores clássicos do cinema de Faroeste, Três Homens em Conflito - no Brasil, também conhecido como O Bom, o Mau e o Feio - talvez seja um dos trabalhos que mais inspiraram a obra de Tarantino. Da batalha entre A Noiva e O-ren Ishii em Kill Bill (2003), passando pelo conflito final de Cães de Aluguel (1992), não são poucos os momentos em que o diretor norte-americano parece "adaptar" e brincar com a obra de Sérgio Leone. O próprio Tarantino já citou o clássico - e toda a Trilogia do Dólar - em diversas listas de filmes que serviram de inspiração para sua carreira.



django


Django (1966)

Direção: Sergio Corbucci

Quentin Tarantino é uma verdadeiro aficionado por filmes de Bang Bang à Italiana. Entre os diretores favoritos do norte-americano, o cineasta italiano Sergio Corbucci. Responsável por obras como Navajo Joe (1966) e Il mercenario (1968), Corbucci também é o diretor de Django, filme que serviu de inspiração para a história e personagem central de Django Livre (2012). Franco Nero, protagonista da obra e um dos símbolos do Western Spaghetti foi convidado por Tarantino para fazer uma ponta no filme de 2012.



ledyiane


Lady Snowblood (1973)

Direção: Toshiya Fujita

Kill Bill (2003) é uma verdadeira colcha de retalhos. Filmes de samurai, Faroeste, animes e clássicos da Blaxploitation estão espalhados por toda a obra, dissolvidos em pequenas cenas e diálogo da película. Nada tão influente quanto Lady Snowblood. Dirigido por Toshiya Fujita e estrelado pela atriz Meiko Kaji, o clássico de vingança, batalhas sangrentas e incontáveis mortes é a base da sequência de filmes apresentados no começo dos anos 2000. O próprio visual da personagem interpretada por Lucy Liu, O-ren Ishii, foi inspirada na protagonista do filme.



filme


Thriller: A Cruel Picture (1973)

Direção: Bo Arne Vibenius

Abusada sexualmente na infância e, posteriormente, transformada em uma prostituta, a jovem Madeleine (Christina Lindberg) começa a ter aulas de artes marciais, tiro e direção com um único objetivo: vingança. Pouco conhecido pelo grande público, o filme de 1973 dirigido por Bo Arne Vibenius é um dos símbolos do cinema Exploitation da Suécia. Marcado pelo excesso de violência, a obra é a base não apenas para o trabalho de Tarantino em Kill Bill, mas a inspiração para os personagem de Uma Thurman (Beatrix Kiddo) e Daryl Hannah (Elle Driver) no mesmo filme.



pam grim


Foxy Brown (1974)

Direção: Jack Hill

Quando lançou Jackie Brown, em 1997, Quentin Tarantino queria prestar uma homenagem aos clássicos do cinema Blaxploitation nos anos 1970. Símbolo desse movimento, a atriz Pam Grim não foi escolhida ao acaso. Além de estrelar um dos trabalhos favoritos do diretor, Coffy (1973), em 1974, Grim foi convidada a protagonizar o intenso Foxy Brown. Dirigido por Jack Hill, o filme realizado apenas com a presença de atores negros mostra a história de uma mulher sensual buscando vingança pela morte do namorado.



tubs


Tubarão (1975)

Direção: Steven Spielberg

Frequentemente citado por Tarantino como um de seus filmes favoritos, Tubarão, clássico de 1975 dirigido por Steven Spielberg, é uma obra fundamental para as cenas de suspense assinadas pelo diretor. Na trama, diversos banhistas em uma cidade no litoral dos Estados Unidos estão sendo atacados por um gigante tubarão branco. Além das sequências, o filme serviu de inspiração para uma série de filmes de monstros e outras criaturas marinhas entre os anos 1970 e 1980.



filmer


Os Carrascos de Shaolin (1977)

Direção: Lau Kar Leung

Pai Mei, um dos personagens mais caricatos (e queridos) da obra de Quentin Tarantino, está longe de parecer uma criação original do diretor norte-americano. Apresentado pela primeira vez no filme Os Carrascos de Shaolin, de 1977, o mestre nas artes marciais acabou resgatado por Tarantino em Kill Bill (2004), entregue ao ator Gordon Liu, artista que curiosamente também participa do filme que deu origem ao personagem.



ione


Jogo da Morte (1978)

Direção: Robert Clouse

Último filme estrelado por Bruce Lee - o ator acabou morrendo durante as filmagens por conta de um edema cerebral -, Jogo da Morte, película dirigida por Robert Clouse é um dos trabalhos mais "reciclados" por Quentin Tarantino no começo dos anos 2000. Das cenas de luta coreografadas ao macacão amarelo utilizado pela personagem de Uma Thurman, em Kill Bill, diversas são as referências feitas pelo diretor norte-americano ao filme que levou mais de seis anos até ser finalizado.



ione gata


Perigo Extremo (1987)

Direção: Ringo Lam

Um policial infiltrado em uma quadrilha que pretende assaltar uma joalheria. Esse é o roteiro criado por Quentin Tarantino para Cães de Aluguel, correto? Não exatamente. Lançado cinco anos antes, Perigo Extremo, filme dirigido por Ringo Lam conta exatamente a mesma história. O próprio Tarantino já assumiu que utilizou o filme como principal "referência" para a criação do longa exibido em 1992. A diferença? Com o orçamento mais curto, o cineasta norte-americano precisou investir nos diálogos e economizar nas cenas de ação.



audition


Audition (1999)

Direção: Takashi Miike

Em 2009, Quentin Tarantino foi convidado pela rede Sky Movie a montar uma lista com seus filmes favoritos lançados desde 1992, quando começo a carreira como cineasta. Entre os trabalhos apontados pelo diretor, Audition, película dirigida pelo cineasta japonês Takashi Miike - também responsável pelo sanguinário Ichi the Killer. Frequentemente citado pelo diretor norte-americano, o trabalho lançado em 1999 segue em ritmo lento, criando uma atmosfera densa que explode nos minutos finais, efeito da perturbadora cena de tortura conduzida por um dos personagens.



battle


Battle Royale (2000)

Direção: Kinji Fukasaku

Inspirado no livro homônimo publicado em 1999, Battle Royale talvez seja um dos filmes mais polêmicos e brutais do começo dos anos 2000. Na trama que se passa em um futuro distópico, um grupo de jovens é enviado pelo governo à uma ilha com um único objetivo: exterminar uns aos outros. Em 2009, na lista de favoritos de Tarantino, o filme dirigido por Kinji Fukasaku aparece no topo da seleção. A própria Gogo Yubari, de Kill Bill (2003), parece uma personagem inspirada em Battle Royale.


Com informações:

Taste of Cinema | CheatSheet | IMDB


Filmes em 8 bits