VIRAL

Qual é o pior cheiro do mundo?

19/08/2015 08:57 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
ATIC12

Ainda não inventaram nenhum "cheirômetro" para medir os piores fedores do planeta, mas um laboratório nos Estados Unidos garante que o troféu é dele e ninguém tasca. O pessoal do Centro de Pesquisas Manell, na Filadélfia, trabalha há cinco anos na criação de uma inhaca que promete ser fatal - ou quase.

Os cientistas querem usar a substância malcheirosa justamente como arma não letal, para ajudar a dispersar multidões enfurecidas e controlar rebeliões. O tal composto teria a mesma função das bombas de gás lacrimogêneo, mas sem os efeitos nocivos destas, como queimaduras e intoxicações.

O laboratório, é claro, mantém a fórmula trancada a sete chaves - até porque eles pretendem ganhar uma boa grana vendendo a substância depois -, mas dá algumas dicas dos ingredientes da bomba fedorenta.

Tape o nariz e junte alguns miligramas de cadaverina, uma das substâncias responsáveis pelo cheiro insuportável dos cadáveres em decomposição, e algumas gotas de ácido butírico, aquele encontrado nos piores vômitos. Que tal? Os poucos (e corajosos!) voluntários que já aspiraram o "perfume" tiveram vontade de vomitar e sair correndo, além de taquicardia e suadeira pelo corpo todo.


Inhaca natural

Fedor de laboratório é mais poderoso, mas a mãe-natureza também tem boas catingas.

Gambá

Justiça seja feita: em situações normais, o gambá não fede mais que uma onça ou uma anta. Ele só capricha no "perfume" quando se sente ameaçado. "O cangambá (o mais fedido da família dos gambás) tem glândulas na região anal. Quando surge um perigo, ele planta bananeira e esguicha as substâncias destas glândulas", afirma a zoóloga Eleonore Setz, da Unicamp.


Bafo

Um resíduo entre os dentes, uma camada de sujeira na língua e pronto: lá vem o bafão. Cerca de 60 fatores, como gengivite, cáries, pouca saliva e a saburra (placa bacteriana formada na língua), podem causar mau hálito. Isso porque as bactérias se alimentam dos restos de comida na boca e, na fermentação, soltam gases superfedidos à base de enxofre.


Pum

As bactérias do intestino grosso ajudam na digestão do pão nosso de cada dia, mas também pregam peças de vez em quando. Na decomposição dos alimentos, elas produzem gases de todos os tipos — incluindo alguns com componentes sulfurados, cheios de enxofre. Como o intestino grosso fica perto do ânus, ele é a saída natural para essa gaseira fedorenta. Ovo e repolho, entre outros rangos, pioram a situação.


Esgoto

O esgoto é um monte de água suja que sai da torneira, das privadas, das indústrias... Essa mistura é suja, mas não cheira tão mal. O problema são as bactérias decompositoras. "Elas extraem energia da decomposição do esgoto", diz a engenheira Keiko Semura, da Sabesp, a companhia de saneamento básico de São Paulo. Na decomposição, as danadas liberam gás sulfídrico, que dá o aroma de ovo podre ao esgoto.


SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: