NOTÍCIAS

Equipes de resgate não encontram sobreviventes em destroços de avião indonésio acidentado

18/08/2015 09:57 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
AP Photo

Todas as 54 pessoas a bordo de um avião da companhia Trigana Air Service morreram em um acidente há dois dias na província de Papua, na Indonésia, o último de uma série de desastres de aviação nesse país-arquipélago do Sudeste Asiático, disseram autoridades nesta terça-feira (18).

Em entrevista à imprensa na capital, Jacarta, o general Heronimus Guru, diretor de Operações da Agência Nacional de Busca e Resgate da Indonésia, disse que os restos dos corpos dos passageiros estavam sendo colocados em sacos, mas o mau tempo tem prejudicado os esforços de resgate por via aérea.

Funcionários se recusaram a comentar sobre a causa do acidente, ocorrido no domingo, antes da divulgação dos resultados de uma investigação da Comissão Nacional de Segurança dos Transportes, mas Guru antecipou que o terreno na província mais oriental da Indonésia pode ter sido um fator.

"Há uma possibilidade de a aeronave ter batido em um pico e, em seguida, caído em um barranco porque o lugar em que foi encontrada é íngreme", disse ele.

O terreno traiçoeiro de cumes cobertos de floresta dificulta os esforços dos socorristas para chegar ao local onde está o avião ATR 42-300 da companhia Trigana Air Service.

A caixa-preta com os dados de voo da aeronave, que deverá fornecer subsídios aos investigadores, foi encontrada no início da tarde.

O dispositivo será levado na quarta-feira para a cidade de Oksibil, dependendo do clima, disse Guru.

Havia 44 passageiros adultos, 5 crianças e bebês e 5 tripulantes no voo de curta distância entre Jayapura, capital provincial, e Oksibil, situada ao sul.

A aeronave turboélice bimotor estava transportando cerca de 470 mil dólares como parte de um programa de assistência a vilarejos remotos.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: