NOTÍCIAS

PM fala em 350 mil na Paulista; protestos ocorreram em 25 Estados e no DF

16/08/2015 19:26 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
Estadão Conteúdo

A manifestação contra a presidente Dilma Rousseff levou 350 mil à avenida Paulista, em São Paulo, de acordo com informações da Polícia Militar (PM). Os protestos pelo País tiveram como mote principal o pedido de impeachment da presidente, críticas ao Partido dos Trabalhadores (PT) e ao ex-presidente Lula, além de homenagens ao juiz Sérgio Moro e à Operação Lava Jato.

A contagem realizada pelo Datafolha, no entanto, fala num número bem menor: 135 mil pessoas estiveram no principal ponto de protestos da capital paulista, entre 13h e 17h30.

O instituto afirma considerar a quantidade de pessoas diferentes que estiveram na região em algum momento do dia. Às 15h, o Datafolha contabilizou 120 mil pessoas reunidas na Paulista, registrando o momento de maior concentração no local.

Se comparado aos anteriores, o protesto de hoje foi maior que em 12 de abril (100 mil, segundo o Datafolha) e menor que em 15 de março (210 mil participantes).

Já segundo informações do Estado de S. Paulo, foram registrados protestos em 25 Estados e no Distrito Federal. A maior concentração com dados divulgados pela Polícia Militar - desconsiderando São Paulo - se deu em Brasília, com 25 mil pessoas, mesmo número registrado em 12 de abril.

Após o dia de protestos, Dilma se reuniu com os ministros em Brasília. O governo federal viu as manifestações "dentro da normalidade democrática" e decidiu não se manifestar publicamente oficialmente.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: