NOTÍCIAS
13/08/2015 11:05 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

Protesto contra aumento da tarifa de ônibus em Belo Horizonte termina em confronto com a PM (VÍDEOS)

Protesto que reuniu cerca de mil pessoas em Belo Horizonte (MG) na noite desta quarta-feira (12) contra o aumento da tarifa de ônibus na cidade terminou em confusão com a Polícia Militar. O tumulto resultou em 60 manifestantes presos e um repórter ferido por uma bala de borracha.

Movimentos como o Tarifa Zero e o Passe Livre organizaram o protesto contra o reajuste de 0,30 centavos na passagem de ônibus, que de R$ 3,10 passou a custar R$ 3,40.

O protesto começou tranquilo por volta das 18 horas, segundo o jornal O Tempo. O Batalhão de Choque foi acionado quando os manifestantes impediram o trânsito de carros ao ocuparem três faixas da rua Espírito Santo. "Respeitamos o direito de manifestar da população. Porém, é necessário que ela também respeite o direito de ir e vir dos outros", alegou o tenente-coronel Gianfranco Caiafa.

Os relatos seguintes apontam comportamento violento da polícia, que utilizou balas de borracha e bombas de efeito moral para dispersar o movimento.

“Não vi motivos para as bombas. Havia pessoas no ponto de ônibus que nem participavam do ato. Quando vi a correria, deixei que várias pessoas entrassem”, disse um comerciante ao jornal Estado de Minas.

O repórter fotógrafo Denilton Dias, do jornal O Tempo, foi ferido na perna por uma bala de borracha disparada pela polícia.


A Polícia Militar apreendeu 60 manifestantes -- dois deles menores de idade, segundo O Estado de Minas. Todos foram liberados na madrugada desta quinta-feira após conversa entre as polícias Civil e Militar e o secretário de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania, Nilmário Miranda.

Mais um protesto foi marcado para o dia 14 com o mesmo intuito do primeiro.

2° ATO CONTRA O AUMENTO DA TARIFA3,40 É UM ROUBO!A REPRESSÃO DA PM TENTOU NOS PARAR BRUTALMENTE MAS VAMOS VOLTAR AS...

Posted by Movimento Passe Livre - BH on Quinta, 13 de agosto de 2015


O governo do estado de Minas Gerais se pronunciou e disse que vai investigar a reação da polícia, reiterando que não tolera "agressão a agentes públicos no exercício de sua função".

Nota OficialCom relação aos lamentáveis fatos ocorridos na noite de hoje, no conflito com manifestantes contra a...

Posted by Governo do Estado de Minas Gerais on Quarta, 12 de agosto de 2015


Decisão da prefeitura

A prefeitura impôs o aumento da tarifa no dia 31 de julho-- o segundo em sete meses. Segundo o G1, a justificativa é "manter o equilíbrio o operacional entre os serviços", de acordo com a publicação no Diário Oficial do Município.

Ainda conforme o site, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH), por sua vez, diz que o cálculo do aumento foi baseado no aumento de despesas administrativas, que não eram ajustadas no valor da tarifa desde 2008.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: