NOTÍCIAS

5 coisas que você não sabia sobre o Rolling Stones

13/08/2015 21:38 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
Express Newspapers via Getty Images
The British rock group The Rolling Stones in New York. Left to right: Mick Jagger, Keith Richards, Charlie Watts, Brian Jones (1942 - 1969), and Bill Wyman. Original Publication: People Disc - HW0623 (Photo by Express Newspapers/Getty Images)

Mick Jagger fez 72 anos em 26 de julho. Se você não está satisfeito em saber só deste simples fato, aqui estão mais cinco verdadeiras pérolas sobre os Rolling Stones.

1. A banda tocava com um pênis inflável no palco. O falo gigante até tinha um apelido.

O "Tour das Américas 75" da banda contava com um pênis inflável gigante, apelidado de "Avô Cansado", devido à sua total incapacidade de permanecer ereto.

Jagger ocasionalmente montava no pênis ou o atacava até desinflar.

Aparentemente, o pênis não era bem-vindo em todas as paradas do concerto. A Rolling Stone publicou uma crítica ao concerto em 1975 onde a banda foi informada pela polícia de Memphis que eles seriam presos se o pênis aparecesse.

Já que eles não utilizaram o inflável do lado de fora, e o evento foi ao ar livre no Memorial Stadium de Memphis, não houve problema. No entanto, Jagger acabou cantando uma canção que a polícia tinha tentado proibir: "Star Star" com o refrão "star fucker".

2. Carrie Fisher insinuou que ela e Harrison Ford estavam bêbados durante as filmagens de uma das cenas de "O Império Contra-Ataca", graças à festança com os Rolling Stones na noite anterior.

Em 1999, Fisher escreveu para a Newsweek falando de suas memórias das filmagens da trilogia original de "Star Wars".

Começou assim: "Eu não deveria contar essa história, mas vamos lá...", escreveu Fisher sobre sua estadia na residência de Eric Idle, do seriado Monty Python, para a filmagem de "O Império Contra-Ataca".

Depois de filmar "A Vida de Brian", Idle voltou pra casa e trouxe uma bebida com alta dosagem alcoólica que ele disse que foi dada aos figurantes da filmagem para que eles trabalhassem por mais tempo. Fisher apelidou-a de Limpador de Mesa da Tunísia.

Uma festa improvisada começou com Ford, Fisher, Idle e os Rolling Stones, o que fez com que os dois atores de "Star Wars" ficassem acordados a noite toda.

Fisher alegou que ela e Ford tinham bebido muito com os Stones e eles não estavam de ressaca para filmar a cena da chegada na Cidade das Nuvens e que assim "como os figurantes da Tunísia, eles estavam mais do que dispostos a trabalhar."

Fisher disse que esta foi uma das poucas vezes que ela e Ford foram vistos sorrindo em todos os filmes.

3. Keith Richards, uma vez parou de tocar em um concerto para bater com a guitarra na cabeça de um fã que invadiu o palco.

Enquanto tocava "(I Can not Get No) Satisfaction" no Hampton Coliseum, na Virgínia em 1981, um suposto fã correu para o palco. O HuffPost entrou em contato com o Hamptom Coliseum, mas não obteve uma resposta sobre o incidente.

Richards pensou rápido, tirou a guitarra do ombro e bateu no fã até que os seguranças pudessem lidar com ele de uma melhor forma.

Em uma entrevista em vídeo juntos para a Google Music, Richards explicou que "o segurança era um pouco lento e de repente eu vi um cara correndo na direção do Mick."

Ele continuou dizendo que não havia ninguém entre Mick e o fã, "Tudo o que eu sei é que ele estava tentando colocar as mãos no Mick e isso eu tinha que evitar e eu tinha uma arma nas minhas mãos."

Aparentemente, isso não afetou o resto da música, afirmou Richards: "A maldita coisa ficou afinada e esta é a melhor propaganda para a guitarra Fender que eu posso fazer."

4. Os Rolling Stones receberam os créditos pela popularização da Tequila Sunrise, ao dizer aos barmen de todo o país como prepará-la enquanto estavam em turnê.

Em 2012, a National Geographic publicou no blog uma longa história sobre a tequila Sunrise.

O escritor Jeff Burkhart contou como em 1972 a banda foi apresentada ao coquetel, então praticamente desconhecido, durante uma festa particular no restaurante Trident, em Sausalito, Califórnia.

Depois desta apresentação a banda começou a pedir bis da bebida nos bares de todo os Estados Unidos da América durante uma sequência de shows que ficou oficialmente conhecido para a banda como o Tour de Cocaína e Tequila Sunrise, conforme detalhado no livro de Keith Richards, Life.

Este tour, diz a lenda, tirou a bebida da obscuridade e a levou à fama.

5. Mick Jagger mordeu parte de sua língua quando era mais jovem e alterou a sua voz de "chique" para o icônico timbre mais áspero pelo qual ele é conhecido.

Uma edição de 1981 da New York Magazine afirmou que Jagger começou a soar como os cantores de R&B americanos, que ele admirava, depois que ele arrancou parte de sua língua em uma queda.

O incidente foi trazido à tona muitas vezes ao longo dos anos, mas os detalhes exatos permanecem obscuros - por exemplo, alguns dizem que foi uma lesão do basquete enquanto ele crescia, e outros dizem também ter ocorrido durante um acidente de ginástica.

Independente disso, em 1971 estreou a agora o ícone da banda, o "Desenho da Língua e Lábios", o que certamente prova que Jagger pelo menos tem orgulho da enorme boca que ele tem.

Tradução: Simone Palma

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.