LGBT
09/08/2015 12:00 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:53 -02

Transexual 'crucificada' na Parada Gay denuncia ter sido vítima de agressão (VIDEO)

Viviany Beleboni é ESFAQUEADA e AEGRADEDA EM SÃO PAULO

Posted by Viviany Beleboni on Sábado, 8 de agosto de 2015

Viviany Beleboni, transexual conhecida por protestar contra a transfobia encenando a crucificação na Parada LGBT de São Paulo deste ano, publicou na noite deste sábado (8) um vídeo em seu perfil do Facebook, em que afirma ter sido agredida na rua por um desconhecido. "Ele disse que não sou de Deus, que sou um demônio e o que eu fiz, eu teria que pagar".

Abalada, Viviany conta que um homem a reconheceu na rua e, com uma faca, a atacou. Nas imagens, ela mostra o rosto machucado e um corte no braço. "Acabei de ser agredida por uma pessoa que se fala que é de Deus. Você pode ver que estou com meu olho inchado. O meu rosto foi cortado".

LEIA MAIS:Viviany Beleboni, a atriz transexual que encenou crucificação na Parada Gay, processa Marco Feliciano por danos morais

E continua: "Se era isso que vocês inimigos queriam, vocês queriam (...). Eu fui quase esfaqueada. Estava passando na rua aqui perto de casa e a pessoa me conheceu. Ele estava com uma faca, esses marginalzinho, mendigo de rua, disse que não sou de Deus, que sou um demônio e o que eu fiz, eu teria que pagar".

Ela ainda relata que reagiu e que não pretende levar o caso a uma delegacia. "Sorte é que tenho 1.80m. Sou homem suficiente e conseguir apartar isso. Ele saiu correndo [...]. Agora tem um monte de gente falando pra eu ir na delegacia. Pra quê? Para eles me tratarem que nem um homem lá? Para te chamarem que nem um homem e rirem da sua cara e não dar em porra nenhuma? Eu não vou. Sabe o que vou fazer? Vou ficar trancada dentro da minha casa. É isso que esses religiosos intolerantes querem", disse.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: