NOTÍCIAS

Papa pede proibição global de armas nucleares em aniversário de bombardeio de Nagasaki

09/08/2015 12:55 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:53 -02
Associated Press

O Papa Francisco pediu a proibição global das armas nucleares neste domingo (9), ao relembrar o 70º aniversário do bombardeio atômico de Nagasaki.

Francisco disse à multidão na Praça São Pedro após seu pronunciamento semanal do Angelus que "na guerra há somente perdedores, o único modo de vencer uma guerra é não lutá-la".

LEIA MAIS: Em clima de emoção, Hiroshima lembra 70 anos da bomba atômica

O bombardeio das cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki em 6 e 9 de agosto de 1945 "se tornou símbolo do enorme poder destrutivo do homem quando ele faz um uso distorcido do progresso da ciência e da tecnologia", disse o Papa.

Ele disse que os "trágicos" bombardeios constituem um "apelo permanente para que a humanidade repudie a guerra para sempre e proíba as armas nucleares e todas as armas de destruição em massa".

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: