MULHERES
07/08/2015 12:48 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:53 -02

Após denúncias de estupro, Bill Cosby é convocado a depor por abusos sexuais contra menor em 1974

Reuters

O comediante americano Bill Cosby, de 78 anos, foi convocado pela Justiça para testemunhar sob juramento em 9 de outubro no caso de Judy Hutch, que o acusa de ter abusado sexualmente dela em 1974, quando ela tinha 15 anos, informou a advogada da litigante, Gloria Allred. Será a primeira vez que o comediante realizará uma declaração jurada perante um juiz desde que explodiu o escândalo em torno de seus abusos.

Judy, que agora tem mais de 50 anos, acusa Cosby de forçá-la a realizar práticas sexuais na mansão da Playboy. Em ação apresentada em dezembro de 2014, ela assegura que o protagonista da série The Cosby Show a obrigou a fazer sexo sem consentimento, um feito que provocou nela "danos psicológicos e ansiedade" por toda a sua vida.

Segundo a Reuters, a queixa apresentada por Huth contra Cosby é pela menos uma de quatro processos cíveis pendentes decorrentes de tais acusações, mas Allred disse que o caso de Huth é o único que busca uma reparação pela suposta má conduta sexual.

LEIA MAIS: Bill Cosby precisou admitir que drogou e estuprou mulheres para acreditarmos nelas

Em 22 de julho deste ano, Bill Cosby perdeu sua última tentativa de impedir a tramitação deste processo. A Suprema Corte da Califórnia negou nesta a petição do comediante para revisar o caso.

"Estamos ansiosos para o senhor Cosby responder a perguntas sob juramento em seu depoimento", disse Allred. "É uma grande vitória."

Os outros casos são processos por difamação cujas principais causas da ação alegam que o comediante falsamente chamou suas acusadoras de mentirosas, negando que ele alguma vez tenha cometido agressão sexual contra elas.

Huth é uma das mais de 40 mulheres que têm se manifestado desde o ano passado alegando ter sofrido abuso por parte de Cosby depois de ele ter dado drogas a elas em incidentes que remontam décadas.

Essa será a primeira vez que o comediante realizará uma declaração jurada perante um juiz desde que, em novembro passado, explodiu o escândalo em torno de abusos e estupros que teriam sido cometidos por Bill Cosby ao longo de sua carreira. Em 7 de julho foram revelados documentos segundo os quais Cosby admitiu sob juramento, em 2005, ter adquirido sedativos para administrá-los em mulheres com as quais queria manter relações sexuais.

No dia 27 de julho a revista New York publicou em sua capa as fotografias de 35 mulheres que asseguram ter sofrido abusos sexuais por parte do comediante. Elas detalharam suas acusações na reportagem principal. Segundo a publicação, 46 vítimas foram identificadas, algumas das quais contatadas por outras mulheres que sofreram abuso.

Durante as décadas de 1960, 1970 e 1980, o ator foi a referência da comédia televisiva nos Estados Unidos com The Cosby Show, transmitido pela emissora NBC. O canal já anunciou que, devido aos escândalos sexuais, não voltará a trabalhar com Bill Cosby.

(Com informações da Associated Press e Estadão Conteúdo)

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: