NOTÍCIAS

Câmara acelera ritmo para votar as contas de Dilma

04/08/2015 19:23 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02
Montagem/Estadão Conteúdo

A Câmara dos Deputados vai votar nesta terça-feira a urgência para a análise das contas dos ex-presidentes que está parada no Congresso. Após avaliadas, a pauta fica limpa para a análise das contas da presidente Dilma Rousseff, que está no Tribunal de Contas da União.

As chamadas “pedaladas fiscais”, criticadas pelo tribunal, são usadas pela oposição como argumento para sustentar um pedido de impeachment. Para os oposicionistas, se o tribunal rejeitar as contas fica claro que a presidente cometeu o crime de responsabilidade e a chapa dela e com o vice-presidente Michel Temer (PMDB) pode ser questionada.

Ao anunciar a pauta de votação, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou que não houve discussão sobre impeachment na reunião de líderes, que definiu o que entraria na pauta.

"Alguém pode fazer um ou outro comentário, mas da minha parte eu desminto veementemente que eu tive qualquer discussão quanto isso. Isso é muito sério para ser tratado de forma jocosa.”

Embora não tenha prazo no TCU, o ministro Augusto Nardes, relator das contas, afirmou no último dia 23 que geralmente as análise técnica fica pronta em até 15 dias. Segundo ele, a urgência do Congresso acelera os trabalhos no tribunal.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: