NOTÍCIAS

Antes de ser preso pela segunda vez, José Dirceu planejava deixar o Brasil

04/08/2015 12:22 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02
Ed Ferreira/Estadão Conteúdo

O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu planejava deixar o Brasil em um futuro próximo. Condenado a sete anos e 11 meses por envolvimento no esquema do mensalão, Dirceu viu seu plano naufragar com a sua nova prisão, agora na Operação Lava Jato, que investiga um esquema de corrupção envolvendo empreiteiras e executivos da Petrobras.

Formado em Direito, o ex-ministro pretendia seguir para Portugal em 2016, antes contando com um indulto presidencial no fim deste ano, segundo informações da colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo. De acordo com Dirceu, a sua vida profissional tinha se tornado “inviável” no Brasil após o envolvimento no escândalo do mensalão.

No auge do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Dirceu despontava como o nome forte a sucedê-lo, tendo como seu principal ‘rival’ o também ex-ministro Antônio Palocci.

Quanto à possibilidade de aderir ao programa de delação premiada na Lava Jato, Dirceu já havia descartado por “não ter o que delatar” e por “não ter nada a ver com a minha vida e trajetória”, afirmou à colunista da Folha. Para o advogado Roberto Podval, que defende o ex-ministro da Casa Civil, o seu cliente se tornou um “bode expiatório” e a prisão foi “equivocada”.

Dirceu foi preso preventivamente, segundo os investigadores da Lava Jato, por causa de evidências de que mesmo após condenado no processo do mensalão, o ex-ministro teria continuado a coordenar o esquema de corrupção na Petrobras. A força-tarefa da Lava Jato sustenta que Dirceu operou desvios para o PT e para si, com objetivo de enriquecimento pessoal. Ainda segundo as investigações, a JD Consultoria de Dirceu seria uma empresa de fachada que recebeu pelo menos R$ 39 milhões das empreiteiras envolvidas no escândalo.

Família

O deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR) usou sua conta no Facebook para falar da prisão do pai. Zeca se solidarizou com o pai e afirmou não haver imparcialidade nas ações da investigação de corrupção na Petrobras.

Falei com meu pai por telefone e ele me disse que está sendo preso como investigado da Operação Lava Jato e levado à...

Posted by Deputado Federal Zeca Dirceu on Segunda, 3 de agosto de 2015


A família de José Dirceu planejava se reunir em Brasília no próximo domingo (9), para comemorar o Dia dos Pais com o ex-ministro. A reunião tinha sido decidida depois da Justiça ter negado a possibilidade de Dirceu viajar a São Paulo.

Falando em família, Dirceu agradeceu os policiais federais que o prenderam por terem permitido tirar a sua filha mais nova, de 4 anos, de casa para que ela não o visse preso. De acordo com a Folha, durante o período em que ficou preso na Penitenciária da Papuda, em Brasília, cumprindo pena pelo mensalão, a mulher do ex-ministro informou à filha que o pai estava “em uma longa viagem”.

(Com Estadão Conteúdo)

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS:


LEIA TAMBÉM

- Delator da Lava Jato diz que sigla de propina de Dirceu era 'Bob'

- Lava Jato: PF indicia ex-diretor que transferiu dinheiro da Suíça para Mônaco

- Eduardo Cunha ataca o governo e cobra explicações de advogada que abandonou Lava Jato