NOTÍCIAS

Marroquino morre tentando entrar na Espanha dentro de uma mala

03/08/2015 14:21 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02
JORGE GUERRERO via Getty Images
Motorists and passengers wait in long queues to embark on boats to Tangier from the port of Algeciras on July 31, 2015. Thousands of Moroccan nationals working and living in Europe pass through the Strait of Gibraltar as they return to spend vacations in Morocco. AFP PHOTO JORGE GUERRERO (Photo credit should read Jorge Guerrero/AFP/Getty Images)

Um marroquino morreu sufocado enquanto era levado às escondidas para a Espanha dentro de uma mala colocada no bagageiro de um carro, informou o governo espanhol nesta segunda-feira.

O homem de 27 anos, cujo nome não foi divulgado, foi encontrado morto depois que o carro chegou ao porto de Almería em uma balsa vinda de Melilla, enclave espanhol no norte da África.

O proprietário do veículo, irmão do morto, foi preso por assassinato, disse um porta-voz governamental da cidade.

O irmão alertou sobre a situação do parente escondido quando a balsa aportou na Espanha, mas os serviços de emergência não conseguiram ressuscitá-lo.

O Mar Mediterrâneo se tornou o obstáculo mais mortífero do mundo para migrantes e refugiados – acredita-se que 3.500 deles morreram no mar no ano passado, e quase 2 mil este ano até o momento. Muitos fogem da pobreza e da violência do Oriente Médio e da África.

No domingo a Grã-Bretanha e a França exortaram os países da União Europeia a ajudá-los a lidar com uma crise crescente no norte francês causada pelos milhares de migrantes que tentam realizar travessias ilegais e perigosas rumo ao solo britânico pelo Canal da Mancha.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: