NOTÍCIAS
23/07/2015 18:52 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

9 filmes que não fazem sentido por causa de um pequeno detalhe que você não percebeu

Pirates of the Caribbean

O menor dos erros num filme pode afetar a trama das maneiras mais estranhas. Eis nove filmes com tramas que não param em pé depois que você repara em pequenas incongruências.

1. Uma tatuagem traz a Terra Média para o universo de “Piratas do Caribe”.

Orlando Bloom foi um dos oito atores principais de “Senhor dos Anéis” que fez uma tatuagem da Irmandade. “Ela significa nove em Elvish, que representa [o fato de que] havia nove na Irmandade”, disse Bloom ao IGN em 2003. Por que os nove atores principais não fizeram a tatuagem? Porque John Rhys-Davies – que fez o papel de Gimli – deixou que seu dublê a fizesse.

De qualquer modo, essa tatuagem acabou aparecendo em um dos papeis seguintes de Bloom: Will Turner, em “Piratas do Caribe”. Apesar de haver elementos mágicos no universo de “Piratas”, a adição da Terra Média à trama afunda as coisas mais rápido que o redemoinho que deveria ser o terceiro e último filme da série.

2. O filhote de guaxinim que se teletransporta em “Bambi” pode significar que outros animais também são mágicos.

TK TK gifs

Aparentemente essa cena foi consertada nas versões em DVD, mas na fita VHS original o filhote de guaxinim sendo lambido desaparecia e reaparecia à esquerda.

Se o teletransporte existe no universo de “Bambi”, por que os veados tentam correr do fogo em vez de se teleportar para longe?

3. Uma mão humana guia o velociraptor para a cozinha em “Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros”. Será que havia humanos controlando todos os dinossauros?

TK TK gifs

Quando o velociraptor entra na cozinha à procura das crianças, um braço aparece em cena e toca o rabo do predador. Isso significa que os dinossauros na verdade eram guiados por outros humanos no parque? Humanos do mal, que viviam nas sombras?

Esqueça a ressurreição dos dinossauros – temos de nos preocupar é com a natureza humana que tem poderes demais.

4. A parede já tem buracos de bala antes de começar o tiroteio em “Pulp Fiction: Tempo de Violência”, o que significa que não houve intervenção divina.

TK TK gifs

Imediatamente depois de Jules recitar Ezequiel 25:17, um atirador surpresa atira em Vincent e Jules. Mas ele milagrosamente erra todos os tiros e é morto pela dupla. A experiência leva Jules a considerar abandonar o crime, pois as balas não o acertaram por “intervenção divina”.

Jules diz: “Deveríamos estar mortos” e “Deus desceu do céu e parou essas balas”, enquanto inspeciona os buracos deixados pelos projéteis na parede. Pena que os buracos já estivessem lá antes.

5. “Velozes e Furiosos” e “Herbie, Meu Fusca Turbinado” fazem parte do mesmo universo.

herbie

Fazendo referência à foto acima de um Dodge Charger de 1970 dirigido por Dominic Toretto no primeiro filme, um anúncio de “Velozes e Furiosos 6” perguntou (e respondeu) o seguinte: “‘Velozes e Furiosos’ e ‘Herbie, Meu Fusca Turbinado’ fazem parte do mesmo universo? Vamos dizer que sim”.

Herbie é um Fusca antropomorfizado que tem vontades próprias e é super rápido. Com certeza são enormes as ramificações desse carro dotado de consciência no universo de “Velozes e Furiosos”.

Em “Herbie, Meu Fusca Turbinado”, há até uma cena de corrida de rua na qual Herbie tem farois de LED azul e suspensão rebaixada. É estranho que a equipe de “Velozes e Furiosos”, supostamente a melhor do mundo, nunca tenha falado desse Fusca. Talvez eles tenham sido derrotados por Herbie e têm vergonha de tocar no assunto.

6. Havia um cilindro de gás na traseira de uma carruagem de “Gladiador”.

Esse erro acontece na encenação da Batalha de Cartago no Coliseu. O pó se assenta em uma carruagem tombada e pode-se ver um tanque de gás na parte traseira, que pode ter sido responsável pelo acidente.

Os romanos podiam ser avançados tecnologicamente, mas o filme certamente não explica como eles inventaram cilindros de gás sofisticados que se parecem muito com os de hoje em dia.

7. Havia poderes paranormais em “Intriga Internacional”, como prova o menino que tapa os ouvidos antes do disparo da arma.

TK TK gifs

O menino que visita o Monte Rushmore parece prever o futuro e saber que uma arma está prestes a ser disparada. Do contrário, por que ele taparia os ouvidos?

O filme na verdade deveria ser sobre esse menino paranormal. A trama perde toda a graça quando sabemos que um personagem tem superpoderes.

8. Os vários carros brancos no cenário de “Coração Valente” teriam sido úteis na batalha.

braveheart

Esse erro parece acontecer duas vezes. Na mais visível, ele ocorre durante uma cena de batalha (acima).

A outra ocasião é mais difícil de perceber, mas ainda assim estraga a ilusão de que estamos no passado.

Depois de William Wallace se curvar para beijar o corpo de Murron, ele se endireita, e um carro em movimento pode ser visto à distância.

Seria muito mais fácil conquistar a liberdade se Mel Gibson tivesse atropelado os inimigos com um caminhão.

9. O “Tubarão” nem metia tanto medo assim. Veja como esse cara está se divertindo.

TK TK gifs

Tá vendo o cara de bigode e chapéu branco? “Tubarão”, na verdade, era uma festa de verão!

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.