MULHERES
17/07/2015 15:58 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Em resposta às 'grávidas saradas', a neozelandeza Julie Bhosale decidiu mostrar como é sua 'barriga pós-parto real'

“Vivemos numa sociedade que nos 'empurra' imagens todos os dias de mulheres que deram luz e ‘entraram em forma’ – ótimo para elas, mas essa é a imensa minoria”

Esta frase pertence a um texto da neozelandeza Julie Bhosale que, decidida a ir contra o movimento de "grávidas saradas" que estão exibindo seus corpos nas redes sociais -- durante a gravidez e depois dela --, publicou uma espécie de manifesto sobre o assunto em seu blog pessoal, acompanhado de fotos de antes e depois de sua gravidez:

body


Com o título “Meu corpo real pós-parto”, Bhosale escreve: “Vivemos numa sociedade que nos 'empurra' imagens todos os dias de mulheres que deram luz e ‘entraram em forma’ – ótimo para elas (de verdade, Kate Middleton, você é incrível!). Mas essa é a imensa minoria”.

body

Grávida e um dia após o nascimento

E continua: "Para a maioria de nós, o corpo muda, e muda muito. É assustador, difícil e algumas vezes pode até ser decepcionante, mas é real e normal.”

body1

Dois dias após o parto

Em cada imagem, ela está com seu segundo filho, recém-nascido, no colo. Na primeira imagem ela está com a camiseta cobrindo a barriga e, na segunda, ela a deixa à mostra. É possível notar o crescimento do bebê durante as semanas também.

1 week

Uma semana após o parto

"Eu realmente lutei contra todas as mudanças corporais depois que engravidei do meu primeiro filho. Eu senti muita pressão para conquistar meu corpo antigo de volta - e isso é esperado, já que eu estava saudável e para os outros parecia fácil", disse, em entrevista ao HuffPost UK Parents.

E continua:

"Eu também lutei para amamentar meu filho e recuperar a minha confiança em mim mesma inclusive como mãe. Então, depois do nascimento do meu segundo filho, eu fiz isso com o pensamento de que pudesse ajudar, pelo menos, uma mãe a não se sentir tão sozinha"

2 weeks

Duas semanas após o parto

Veja mais sobre maternidade no Brasil Post:

Os 10 conselhos que você não receberá da polícia das mães