ENTRETENIMENTO
11/07/2015 16:33 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:38 -02

Em 'Darth Vader e Filho', cartunista imagina o dia a dia da família Skywalker (FOTOS)

darth vader e filho

Darth Vader leva o pequeno Luke Skywalker para pedir doces no Dia das Bruxas. Darth Vader toma chá com a pequena Princesa Leia e seu ursinho de pelúcia.

Essas cenas com o icônico vilão da franquia Star Wars não são as que vimos nos filmes, mas para o cartunista norte-americano Jeffrey Brown, elas não são impossíveis.

Pai de duas crianças pequenas, Brown decidiu reinterpretar o relacionamento de Darth Vader com seus filhos gêmeos se baseando em suas próprias experiências com a paternidade. O resultado é a série de quatro livros ilustrados Darth Vader e Filho. Neste mês, a Editora Aleph publica os dois primeiros títulos – o homônimo e A Princesinha de Vader.

A figura sinistra do vilão na arte graciosa de Brown e a abordagem de crianças em momentos espontâneos vão fazer você rir. Tenha certeza disso. Mas por que retratar a família Skywalker assim?

"Achei que seria engraçado ver Darth Vader – que presumimos ser um personagem assustador e poderoso – viver as frustrações de ser pai de uma criança ou de uma adolescente rebelde", diz o autor, referindo-se à natureza obstinada de Leia.

"É também interessante para pais verem que até Vader se frustra com seus filhos em pequenas situações cotidianas."

darth vader e filho

Brown é fã inveterado de Star Wars. Cresceu assistindo aos filmes e brincando com bonecos e cartões de personagens da franquia. A paixão foi transmitida aos filhos. "Meu caçula já assistiu ao primeiro filme algumas vezes e é completamente fascinado por ele", diz.

O cartunista já lançou dezenas de outros livros, também autobiográficos e bem-humorados, como Clumsy (2002) – graphic novel em que Brown narra um namoro à distância que durou um ano –, mas foi por meio da série Darth Vader e Filho que ele recebeu seu maior reconhecimento – pelo menos dentro do que é possível para artistas da nona arte. Ele ganhou por dois anos consecutivos o prêmio Eisner – o "Oscar dos quadrinhos" – pelos dois primeiros títulos da série.

"Embora eles gostem dos livros e tenham me visto desenhá-los, acho que não se impressionam muito!", diz o artista.

"Meu filho mais velho com certeza se diverte ao ver Luke em diversas situações familiares, mas meu filho de dois anos gosta apenas de ver diferentes alienígenas e droides [androides superinteligentes, como C-3PO e R2-D2]."

a princesinha de vader

Brown diz que, como muitos pais e mães, ele tem sua paciência testada o tempo todo pelos filhos, seja pelas frequentes exigências da paternidade ou encrencas causadas pelas crianças. Ao ser perguntado se há relação entre ele e o vilão, o artista responde: "Posso me identificar com os problemas que Vader teria ao equilibrar criar crianças com um trabalho em tempo integral, mesmo que ser um cartunista seja provavelmente mais divertido que mandar em um império galático do mal".

Abaixo, algumas amostras dos livros:

darth vader e filho

darth vader e filho

darth vader e filho

a princesinha de vader

a princesinha de vader

a princesinha de vader

a princesinha de vader


Darth Vader e Filho e A Princesinha de Vader custam R$ 29,90, têm 64 páginas cada e foram traduzidos por Mateus Duque Erthal.

O sucesso da série abriu caminho para outra: a trilogia Academia Jedi, em que aprendizes da ordem de cavaleiros são retratados na escola. Esta também será lançada pela Aleph, ainda neste ano.

Além do trabalho em artes gráficas, Brown já se aventurou no audiovisual e no ensino. Ele dirigiu o videoclipe animado de Your Heart is an Empty Room, da banda Death Cab for Cutie, e coescreveu o roteiro do filme independente Save the Date (2012), exibido no Festival de Sundance. Ele também leciona na School of the Art Institute of Chicago, onde fez seu mestrado.