NOTÍCIAS
08/07/2015 19:15 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:38 -02

Mesmo após queixa-crime, Caiado diz que Lula tem 'comportamento de bandido'

Montagem/Estadão Conteúdo

Líder do DEM no Senado, o senador Ronaldo Caiado (GO) não deixou passar em branco o pedido de queixa-crime que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez ao Supremo Tribunal Federal por ter sido chamado de “bandido frouxo”.

De acordo com os advogados de Lula, a acusação pode ser configurada como crime de calúnia e difamação. A defesa do petista sustenta que afirmações feitas por Caiado extrapolam a imunidade parlamentar e configura uma grave ofensa ao ex-presidente.

Ao saber da reação do petista, Caiado continuou o bate-boca. Disse que o ex-presidente "não é rei" e havia tido um "comportamento de bandido”.

No Twitter, o senador explicou que os tuítes que fizeram o ex-presidente abrir o processo contra ele aconteceram em fevereiro, depois de Lula dizer que João Pedro Stédile, líder do Movimento dos Sem Terra (MST), colocaria "seu exército" nas ruas para defender o governo da presidente Dilma Rousseff.

Na época, Caiado escreveu em sua conta no Twitter que a atitude de Lula criava "instabilidade democrática" e era coisa "de bandido frouxo".

(Com Estadão Conteúdo)