NOTÍCIAS
08/07/2015 10:05 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:38 -02

IPCA de junho é o maior para o mês desde 1996, diz IBGE

MIGUEL ROJO via Getty Images
MONTEVIDEO, URUGUAY: An supermarket employee in Montevideo, Uruguay, choses grapes 22 March 2001. The government decided Thursday to prohibit the importation fruits and vegetables from Argentina due the to foot-and-mouth disease. Una vendedora de un supermercado selecciona uvas el 22 de marzo de 2001, en Montevideo, Uruguay; pais que acentuo sus medidas de prevencion contra la aftosa, al prohibir la importacion de productos y subproductos de origen animal y vegetal desde Argentina, pais que admitio 28 focos confirmados de la enfermedad y 28 bajo sospecha. La prohibicion incluye frutas, hortalizas, grasas y aceites de origen animal y otros productos que puedan representar riesgo directo o indirecto en materia de fiebre aftosa. AFP PHOTO / Miguel ROJO (Photo credit should read MIGUEL ROJO/AFP/Getty Images)

A inflação de junho foi a mais alta para o mês desde 1996. Foi o que revelou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quarta-feira (08).

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), indicador oficial que mede a inflação do País, teve alta de 0,79% e só não foi maior do que a alta em junho de 1996, quando a taxa subiu 1,19%. Em maio deste ano, a taxa foi de 0,74%.

Com o resultado, a inflação oficial acumula alta de 6,17% no primeiro semestre deste ano, o maior resultado neste confronto desde 2003 (6,64%). Em 12 meses até junho, a alta de 8,89% é a mais elevada desde dezembro de 2003 (9,30%).

A alta, no entanto, ficou abaixo da pesquisa da Reuters feitas com economistas, que apostaram em um avanço de 0,83% em junho.