NOTÍCIAS

Alimentos inflamatórios: 9 piores comidas para inflamações

06/07/2015 21:31 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:38 -02
Flickr

Embora ela não faça você se sentir cálido e confortável, a inflamação é uma resposta totalmente saudável do corpo às lesões e infecções, uma forma de defesa ao enviar células imunes e nutrientes essenciais para as áreas que mais precisam delas.

Como essas células lutadoras chegam lá? Por meio de um aumento do fluxo sanguíneo, que por sua vez cria a vermelhidão, o calor, o inchaço e a dor, que você provavelmente associa com a palavra "inflamação".

Digamos que você corta o seu dedo e observa que ficou um pouco vermelho. "Isso é uma inflamação", diz Dee Sandquist, porta-voz da Academia de Nutrição e Dietética dos Estados Unidos.

"Isso ajuda a curar o seu dedo."

No entanto, um pequeno corte que cura com o tempo é completamente diferente de um estado de inflamação crônica. Isso, de fato, pode ser muito perigoso.

Quando a inflamação como resposta imunológica não é "desligada" nunca, por assim dizer, a constante produção de células do sistema imunológico pode causar danos permanentes, levando ao câncer, doenças cardíacas, artrite e mal de Alzheimer, entre outros problemas de saúde.

"Quando não vemos o sistema inflamatório desligar, acabamos em um estado prejudicial", diz Julie Daniluk, nutricionista holística e autora de Meals That Heal Inflammation (“Comidas que curam as inflamações”, etl.*).

As causas da inflamação crônica podem variar de pessoa para pessoa, mas incluem excesso de peso, estresse e até mesmo respirar o ar poluído, informou o site Women’s Health.

Opções de estilo de vida como fumar ou a falta de exercícios físicos, também desempenham o seu papel. "O estilo de vida sedentário, a falta de sono - nós temos esses agentes agressores repetitivos que aumentam a inflamação a longo prazo", diz Jessica Preto, autora de The Anti-Inflammatory Diet and Recipe Book (“O Livro de Dietas e Receitas Anti-inflamatórias”, etl.*).

Os alimentos que nós escolhemos comer - ou não comer - também podem afetar a inflamação. Ingerir uma boa quantidade de frutas, legumes, cereais integrais, carnes magras e ácidos graxos omega-3 - parecido sim com a dieta mediterrânea - que sabe-se ter efeitos anti-inflamatórios. "A dieta pode ter a função de proteção", diz Sandquist.

"Quando os nossos corpos estão bem nutridos, nós somos capazes de nos curar mais rápido ao cortarmos um dedo e talvez até mesmo prevenir a inflamação crônica." É provável que nenhuma comida seja a culpada por causar a inflamação, diz ela, mas a dieta no geral pode ajudar.

Por enquanto, as regras da dieta anti-inflamatória são simplesmente sugestões. É necessário mais pesquisas para compreender verdadeiramente a relação entre dieta e inflamação e, por sua vez, a doença, informou o site WebMD.

Ainda assim, existem algumas ideias gerais sobre que tipo de alimentos devemos evitar para manter a inflamação e as doenças fora do nosso radar. "Existem alimentos que pioram a inflamação porque eles próprios são irritantes", diz Daniluk.

Aqui estão alguns dos piores que você deve procurar evitar. Avise se nos esquecemos de alguns nos comentários.

Piores alimentos para inflamações

(Tradução: Simone Palma)

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- 7 alimentos que podem acalmar o seu estômago após uma noite de excessos

- Oito alimentos que parecem saudáveis, mas não são

- Aprenda a congelar e descongelar alimentos da melhor forma