NOTÍCIAS

Operação Lava Jato: governo critica 'vazamento seletivo'

27/06/2015 13:36 BRT | Atualizado 26/01/2017 22:34 BRST
Montagem/Estadão Conteúdo

Preocupada com os desdobramentos do depoimento de Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia, Dilma Rousseff atrasou sua viagem para os EUA para se reunir com os ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil), José Eduardo Cardozo (Justiça) e Edinho Silva (Comunicação Social), na manhã deste sábado, 27. A reunião não estava na agenda.

Um ministro ouvido pela Folha de S. Paulo afirmou que a presidente está "indignada" com o que chama de "vazamento seletivo" para atingir sua campanha. Em entrevista coletiva no início da tarde deste sábado, o ministro da Comunicação Social, Edinho Silva, também citado no depoimento, seguiu a mesma linha:

"Estamos enfrentando o vazamento seletivo de uma delação premiada. Algo que precisa ser provado. Quem acusa tem obrigação de prova."

Também citado, o ministro-chefe da Casa Civil, Aloízio Mercadante, decidiu cancelar a sua participação na comitiva de ministros brasileiros aos EUA. CAgora, ele ficará em Brasília para prestar esclarecimentos sobre a Operação Lava Jato.

Ricardo Pessoa apresentou um documento no qual lista suposto pagamento de caixa 2, no valor de R$ 250 mil, ao ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante. O pagamento a Mercadante seria referente à campanha pelo governo de São Paulo em 2010.

Mercadante se pronunciou através de nota:

A empresa UTC, por ocasião da campanha ao Governo do Estado de São Paulo, em 2010, fez uma única contribuição, devidamente contabilizada e declarada à Justiça Eleitoral, no valor de R$ 250 mil, conforme demonstrada em minha prestação de contas aprovada pela Justiça Eleitoral

Edinho Silva, que foi tesoureiro da campanha de Dilma Rousseff, afirmou ter recebido a denúncia com "indignação". "Pedirei para ser ouvido nos autos. Faço questão. Se confirmado o conteúdo divulgado pela imprensa, tomarei as medidas judiciais em defesa da minha honra". Ele afirmou que não renunciará, mas que seu cargo "sempre estará à disposição da presidente".

Segundo ele, a UTC doou R$ 7,5 milhões para a campanha de Dilma Rousseff - valor que está declarado nas contas e foi aprovado pelo TSE.

Para o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o depoimento não é prova definitiva - mas, sim, um "guia de investigação".

A reunião de emergência atrasou em 1h30 a viagem de Dilma Rousseff. Ela embarca neste sábado aos EUA para uma viagem junto com uma comitiva de 11 ministros e se encontrará com o presidente Barack Obama na terça-feira.