COMPORTAMENTO
25/06/2015 17:35 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:34 -02

Mães que trabalham fora estimulam filhas a serem bem-sucedidas, diz pesquisa

iStock

O que a mãe que trabalha fora sente todo mundo sabe: uma constante fisgadinha de culpa por não poder passar tanto tempo pertinho dos filhos. Aliás, poucos assuntos que envolvem a maternidade são tão polêmicos como este. A notícia boa é que as crianças também podem se beneficiar desta situação.

Uma pesquisa realizada pela Kathleen L. McGinn, professora de Administração de Empresas na Harvard Business School (HBS), ao lado das pesquisadoras Mayra Ruiz Castro e Elizabeth longa Lingo, revela que filhos de mães que trabalham se saem melhor no futuro. O estudo buscou identificar os efeitos, em homens e mulheres, de ter sido criado por uma mãe com emprego em tempo integral.

Os resultados apontam que as meninas, ao se tornarem mulheres, têm mais chances de conseguir cargos em posições privilegiadas – porque frequentam a educação formal por mais tempo, se preocupam em fazer cursos e pós-graduação. Já os meninos, quando se tornam homens, são mais propensos a dedicar mais tempo a tarefas domésticas e a cuidar da família.

As pesquisadoras usaram dados sobre a estrutura familiar do International Social Survey Programme. 13.326 mulheres e 18.152 homens, de 24 países, responderam ao questionário “Family and Changing Gender Roles” (“Família e Papéis de Gênero em Mudança”, em tradução livre), entre 2002 e 2012.