COMPORTAMENTO
24/06/2015 21:41 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

Quem paga o aluguel? Quase metade dos americanos não sabem quanto os parceiros ganham

Chris Hyde via Getty Images
BRISBANE, AUSTRALIA - JUNE 01: (EDITORS NOTE: Image has been converted to black and white.) (L-R) Brisbane couple Michael James, 28, and Anthony Gillespie, 32, pose during a portrait session on June 1, 2015 in Brisbane, Australia. Anthony and Michael have been together 11 years and have been raising a child togther for 4 years. Michael is co owner of a hospitality company and Anthony is a nurse. They were the first male couple to sign up for civil union in Queensland. 'Marrige equality to me will mean solidifiing a relationship we have had for over a decade and give me the opportuunity to experience the same right as my siblings and parents' Michael said. Michael is starting a campaign aiming to raise over $100,000 to produce a marrige equality advertisiment to put on prime time tv. and supporters same-sex marriage. 'It's about time obviously, we are waiting to get married' Anthony said. The marriage equality debate in Australia has reignited on the back of Ireland's referendum legalising same-sex marriage last week. Recent polls suggest public support for gay marriage in Australia is at an all-time high of 72%. (Photo by Chris Hyde/Getty Images)

Dividir as despesas igualmente ou proporcionalmente ao salário?

Parece ser óbvio que quando você decide viver sob o mesmo teto com alguém que todo mundo vai precisar abrir a carteira. A partir daí a conversa é como dividir: 50 a 50? Mas e se alguém está numa pior ou desempregado? Bom, para tudo isso seria honesto que os casais soubesse mutuamente quanto cada parceiro recebe ao final do mês (ou no começo).

Bem, não é exatamente isso que está acontecendo nos Estados Unidos. Segundo um estudo da Fidelity Investments feito com 1.051 casais, 43% dos casais não sabem quanto os parceiros ganham. A pesquisa diz ainda que 25 entre 100 pessoas – um quarto - erraram muito o cálculo, errando por mais de US$ 25 mil ao ano.

Essa falta de conhecimento afeta muito o dia a dia. Sem saber quanto cada um ganha – ou seja a famosa renda familiar -, a provisão de gastos está comprometida. Logo, as contas estão fadadas a ficarem desequilibradas.

Mas, mesmo assim, esse desconhecimento tem aumentado. A desinformação era de 27% dos casais em 2013, quase 20 pontos percentuais a menos que agora dois anos depois. Uma explicação para essa falta de informação está no crescimento de empregos freelancers ou com salários imprevisíveis.