NOTÍCIAS
22/06/2015 19:46 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

Dono do Carolina Panthers doa US$ 100 mil aos familiares das vítimas em Charleston

Streeter Lecka via Getty Images
CHARLOTTE, NC - DECEMBER 19: Jerry Richardson, owner of the Carolina Panthers, watches on before the start of their game against the Arizona Cardinals during their game at Bank of America Stadium on December 19, 2010 in Charlotte, North Carolina. (Photo by Streeter Lecka/Getty Images)

Jerry Richardson, o homem forte por trás do Carolina Panthers, anunciou que a equipe da NFL vai doar US$ 100 mil aos familiares das vítimas do atentado de Charleston, na Carolina do Sul, nos Estados Unidos.

Numa carta enviada ao Mother Emanuel Hope Fund, organização criada pelo prefeito da cidade, Joseph P. Riley, o presidente dos Panthers afirma que a doação era uma espécie de ajuda com os gastos funerários para os familiares das vítimas. São US$ 10 mil por família e outros US$ 10 mil para a Igreja Metodista Episcopal Africana Emanuel para a construção de um memorial em homenagem às vítimas.

Uma cópia da carta foi publicada no Twitter por Bakari Seller, um ex-membro do governo da Carolina do Sul. A íntegra do texto é a seguinte:

“Em homenagem à Sharonda Coleman-Singleton, Cynthia Hurd, Susie Jackson, Ethel Lance, DePayne Middleton-Doctor, Clementa Pinckney, Tywanza Sanders, Daniel L. Simmons e Sr. e Sra. Myra Thompson, por favor aceite o cheque do Carolina Panthers no valor de 100 mil US$, sendo US$ 10 mil por família para a ajuda nos custos dos funerais e outra necessidades e outros 10 mil para a igreja na forma de um memorial em homenagem às vítimas. Nossos corações são um com os que sofrem a perda de familiares.

Respeitosamente,

Jerry Richardson"

O porta-voz da equipe, Stephen Drummond, disse à ESPN americana num comunicado que não comentaria diretamente sobre a doação neste momento.