NOTÍCIAS
09/06/2015 20:08 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:24 -02

Leonardo DiCaprio vai produzir filme sobre equipe de ciclismo de Ruanda

Montagem/GettyImages

Ruanda é um pequeno país na região central da África que na década de 1990 passou por uma sangrenta guerra civil, na qual morreram cerca de 800 mil pessoas. Até hoje o país se recupera das feridas deste conflito. Agora, Leonardo DiCaprio vai abordar uma faceta inesperada da superação da guerra civil, contando a história de uma equipe de ciclismo profissional do país.

Em 2007, o atleta norte americano Jacques Boyer se mudou para Ruanda e passou a treinar ciclistas locais que sofreram durante a guerra. Boyer foi o primeiro ciclista dos Estados Unidos a participar da principal competição do esporte, o Tour de France, em 1981.

O norte americano ajudou a criar o Team Africa Rising, que inclui Ruanda, Eritreia e Etiópia, e ainda ajuda moradores locais por meio de uma ONG que doa bicicletas e mantimentos. Foi graças ao trabalho de Boyer que o ciclista ruandês Adrien Niyonshuti participou da prova de mountain bike cros-country na Olimpíadas de Londres em 2012.


Michael Bay vai participar da produção junto com DiCaprio para ajudar a contar essa história. Além dos ciclistas de Ruanda, o filme deve se focar na história do próprio Boyer, que teve uma longa carreira amadora na França, participou cinco vezes do Tour de France e ainda acabou preso em 2002 por se envolver com uma adolescente.

A equipe de ciclismo de Ruana já foi retratada em um documentário realizado em 2012, chamado Rising From Ashes.

LEIA MAIS:

- ASSISTA: Truque simples para pedalar de saia sem mostrar nada

- Esta luva de ciclismo pode salvar vidas

- Grupo de ciclistas dá dicas para quem quer começar a pedalar