COMPORTAMENTO
03/06/2015 21:16 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:19 -02

Coisas que as pessoas deixam para trás em provadores

Vice Brasil


Todo mundo já teve um trabalho que não curtia muito. Junto de dar aula particular, ser babá e servir mesas, trabalhar em lojas de roupa é um dos clássicos do tipo. Vai ser difícil encontrar alguém que trabalhe como vendedor por ser apaixonado por isso ou uma pessoa que planeje trabalhar na mesma loja a vida inteira.

Da próxima vez que você estiver fazendo compras, olhe em volta e repare como alguns vendedores parecem putos da vida. O trabalho deles é ouvir merda, arrumar as coisas depois que as pessoas passam e ser simpático o tempo inteiro. E, mesmo que dobrar roupas eternamente fosse divertido, manter os provadores em ordem é bem menos legal. Especialmente quando as pessoas deixam coisas nojentas para trás, coisas que você não ia gostar de pegar nem com uma pinça, mas que precisa porque trabalha ali. Aqui vão algumas das histórias mais escrotas sobre provadores infernais.

"Na verdade, sempre trabalho nos provadores, nunca no caixa, mas sei que os dois trabalhos têm seus inconvenientes. Preciso tomar cuidado para pegar as coisas. Incentivamos as pessoas a trazerem as peças experimentadas quando elas saem, mas não estamos sempre lá para conferir. Especialmente quando o lugar está movimentado, não temos tempo de limpar imediatamente as cabines depois de cada cliente. Uma vez, no final do expediente, peguei descuidadamente uma pilha de roupas. Felizmente, eram tantas roupas que só consegui pegar metade da pilha. Lá no meio, encontrei um absorvente usado com um monte de sangue seco. A ideia de quase ter encostado naquele negócio me dá vontade de vomitar. Pedi para um colega tirar o absorvente de lá com um saco de lixo."

– Johanna

"Temos de limpar as cabines no final do dia, o que pode ser um puta saco. As pessoas são muito esquecidas. Acho muitas sacolas de compras, brilho labial e outras coisas assim. A pior coisa que encontrei foi uma camisinha vazia, mas claramente usada. E eu sabia que tinha sido certo casal, porque eu tinha limpado a cabine logo antes de eles entrarem. A pior parte é que eles esconderam a camisinha embaixo de uma peruca de um dos manequins. Não quero nem imaginar o que eles fizeram com a peruca."

[Continue lendo aqui]

LEIA MAIS:

Um papo com o cirurgião que fará o primeiro transplante de cabeça em humanos

Quer dizer que sou obrigada a ser feliz?