NOTÍCIAS
01/06/2015 18:45 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:19 -02

Brasil cobra impostos altíssimos, mas dá o pior retorno entre países com as maiores cargas tributárias do mundo

iStock

Não é novidade que o Brasil tem uma das maiores cargas tributárias do paneta. Para ter ideia, até este final de semana, o brasileiro trabalhou apenas para pagar todos os impostos. Mas, além dos tributos caríssimos, temos o pior retorno do governo.

Em tese, os impostos deveriam ser convertidos em melhorias na educação, infraestrutura, transporte, na saúde, entre outros. No entanto, segundo o estudo "Carga Tributária/PIB x IDH - Cálculo do Índice de Retorno de Bem Estar à Sociedade - IRBES”, divulgado nesta segunda-feira (1) pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), o Brasil proporciona o pior retorno à população pelos tributos arrecadados nas esferas federal, estadual e municipal.

“Mesmo com os sucessivos recordes de arrecadação tributária, - marca que, em 2015, já chegou aos R$ 800 bilhões de tributos-, o Brasil continua oferecendo péssimo retorno aos contribuintes, no que se refere à qualidade do ensino, atendimento de saúde pública, segurança, saneamento básico, entre outros serviços", disse o presidente-executivo do IBPT, João Eloi Olenike.

O estudo leva em consideração a carga tributária em relação ao PIB, ou seja, toda a riqueza produzida no País, e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), que mede a qualidade de vida da população, de 2013. A Austrália está em primeiro lugar, sendo o país que proporciona a melhor qualidade de vida à população que paga seus impostos. Ela é seguida pela Coreia do Sul e pelos Estados Unidos.

Na contramão, o Brasil aparece em último no ranking -- posição em que ocupa pelo 5º ano consecutivo. Os vizinhos Uruguai e Argentina aparecem, respectivamente, na 11ª e 19ª colocações. O País também perde para países com cargas tributárias parecidas, como a Islândia (14ª), Alemanha (15ª) e Noruega (18ª).

Veja abaixo a lista completa:

  1. Austrália
  2. Coreia do sul
  3. Estados unidos
  4. Suíça
  5. Irlanda
  6. Japão
  7. Canadá
  8. Nova Zelândia
  9. Israel
  10. Reino unido
  11. Uruguai
  12. Eslováquia
  13. Espanha
  14. Islândia
  15. Alemanha
  16. Grécia
  17. República Tcheca
  18. Noruega
  19. Argentina
  20. Eslovênia
  21. Luxemburgo
  22. Suécia
  23. Áustria
  24. França
  25. Bélgica
  26. Itália
  27. Hungria
  28. Dinamarca
  29. Finlândia
  30. Brasil