NOTÍCIAS
27/05/2015 20:21 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:13 -02

Mãe de segundo suspeito de matar ciclista no Rio de Janeiro entrega adolescente à polícia

Montagem/Estadão Conteúdo

A mãe de um segundo adolescente suspeito de ter participado da morte de Jaime Gold, , levou o menor à delegacia. O médico pedalava na Lagoa Rodrigo de Freitas, Rio de Janeiro, quando foi esfaqueado durante um assalto no dia 19 de maio.

O adolescente, que tem 15 anos e está no oitavo ano do ensino fundamental, teria confessado a participação na morte do ciclista, segundo a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. Ele já cumpriu medida socioeducativa por furto durante 45 dias no Centro de Socioeducação Dom Bosco, de acordo com informações do G1, e estava em liberdade assistida.

"Foi uma atitude nobre desta mãe. É uma mulher de fibra, de coragem", disse a delegada Patricia Aguiar, da Divisão de Homicídios da Polícia Civil, em entrevista à Globonews.

Segundo a delegada, o primeiro adolescente apreendido, de 16 anos, foi quem atacou o médico. O segundo menor estava sentado no quadro da bicicleta e anunciou o assalto. "Ele disse que o médico reagiu, mas essa suposta reação foi a do médico se postar para frente na bicicleta. O primeiro menor já foi logo esfaqueando a vítima", contou Aguiar.

Após esfaquear três vezes a vítima, o primeiro adolescente passou a faca para o segundo, que disse ter jogado o objeto no rio Maracanã. A polícia não encontrou o objeto no local.

O menor de 16 anos nega ter cometido a infração. Para a delegada, no entanto, com a apreensão do segundo adolescente, o caso está encerrado. “Há testemunha, imagem e a confissão do segundo adolescente”, afirmou Aguiar.