COMPORTAMENTO
24/05/2015 11:53 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

'Um Segredo Aberto': Documentário revela casos de pedofilia em Hollywood

Um documentário exibido no Festival de Cannes promete incomodar muita gente na indústria do cinema. An Open Secret (Um Segredo Aberto, em tradução literal), dirigido por Amy Berg, denuncia casos de abusos sexuais e promete desbaratar a rede de pedofilia de Holywood, que incluiria nomes da indústria cinematográfica como o do ator Brian Peck, de acordo com o site do jornal britânico The Guardian.

O filme é o segundo projeto sobre abusos da diretora, indicada ao Oscar por seu trabalho em Deliver us from Evil (2006), documentário de longa-metragem que expõe a pedofilia na Igreja Católica. No novo filme, a cineasta apresenta relatos em primeira mão de jovens atores que sofreram abusos de executivos, de outros atores, de publicitários e de diretores quando eram menores de idade, além de depoimentos de jornalistas investigativos e psicólogos que apresentam uma coleção de evidências sobre os casos.

"O que você vê no filme é realmente a ponta do iceberg", disse ao jornal britânico o produtor executivo Gabe Hoffman. "Para cada vítima que está no filme, há mais cinco ou dez casos confirmados de pessoas que não quiseram ser identificadas".

O filme tem encontrado dificuldades em alcançar o público. An Open Secret foi rejeitado nos principais festivais de cinema, inclusive no de Londres, e só conseguiu uma distribuidora após receber alguns cortes no conteúdo para evitar processos judiciais. Isso porque as cenas não são nada leves ao mostrar as rotineiras festas regadas a drogas em que homens mais velhos intoxicam jovens atores para seduzi-los.

Inicialmente, o filme vai ser exibido em apenas vinte cidades americanas, mas os produtores esperam conseguir atingir um público mais amplo depois da primeira divulgação para que realmente aconteça uma mudança na indústria. Não é raro que nomes indiciados por casos de abuso continuem dentro dos estúdios, como o do ator Brian Peck. Ele trabalhou para a Nickelodean e nos filmes X-Men e continua dentro do sistema mesmo após ser acusado de atos lascivos com uma criança.

"Quem está verificando isso? Quem está fazendo a contratação dessas pessoas?", disse Gabe Hoffman. "Nós queremos que os jornalistas questionem cada estúdio: 'Por que você permite que um pedófilo trabalhe de qualquer forma em sua organização?"

Diante do problema recorrente na indústria cinematográfica, Gabe Hoffman afirmou que não vai parar com as denúncias. "Nós poderíamos ter ido mais longe, mas não queremos fazer apenas insinuações sem provas", disse . "Este filme não é o fim, é o começo para resolver esta situação". Assista ao trailer acima!

LEIA MAIS:

- Meryl Streep financia iniciativa de mulheres roteiristas em Hollywood

- Patrícia Arquette: 'Isso é 2015, não 1915! Paguem de acordo com mérito'