ENTRETENIMENTO
22/05/2015 11:57 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Maggie Gyllenhaal: 'Disseram que sou velha demais para ser par de um homem de 55 anos'

Reprodução

Em entrevista ao The Wrap, a atriz norte-americana Maggie Gyllenhaal, 37, diz que um estúdio lhe recusou um papel por considerá-la "velha demais" para ser par de um personagem homem de 55 anos.

Não, isso não é brincadeira. Gyllenhaal disse à revista:

"Há coisas que são realmente decepcionantes sobre ser atriz em Hollywood, que me surpreendem o tempo todo. Recentemente, me disseram que sou velha demais para interpretar o par de um homem que tem 55 anos. Foi espantoso para mim. Isso fez eu me sentir mal, depois fez eu me sentir brava e depois me fez rir".

Neste ano, Gyllenhaal ganhou um Globo de Ouro pela sua atuação na minissérie The Honourable Woman. Em 2010, ela foi indicada ao Oscar de melhor atriz coadjuvante pelo drama Coração Louco (2009).

No entanto, parece que a atriz não se deixou abater por isso. Ela afirmou que "muitas atrizes estão fazendo um trabalho incrível agora, interpretando mulheres reais e complicadas. Não me sinto nem um pouco desesperada. E procuro com esperança por algo fascinante".

O que a atriz vivenciou é mais um exemplo do machismo em Hollywood. Este infográfico da Superinteressante explica o quadro.

Segundo o New York Times, a União das Liberdades Civis Americanas, neste mês, pediu a agências estaduais e federais dos Estados Unidos para investigar as práticas de contratação de grandes estúdios hollywoodianos, redes de televisão e agências de talentos que, segundo a instituição, recrutam e contratam mulheres diretoras se baseando em discriminações de gênero.

LEIA TAMBÉM:

- 5 motivos pelos quais 'Mad Max: Estrada da Fúria' é um filme feminista

- Charlize Theron diz que mulheres 'precisam se impor' pela igualdade salarial em Hollywood

- 'Precisamos constranger os estúdios', diz Jane Fonda sobre o machismo de Hollywood

- Atriz Jane Fonda diz que ainda fuma maconha

- Hilary Swank acusa Hollywood de machismo

- Amy Schumer, Patricia Arquette, Tina Fey e Julia Louis-Dreyfus zombam de machismo da mídia

- 6 diretores que trazem diversidade para Hollywood

- #AskHerMore: Atrizes querem um tapete vermelho menos sexista nas premiações de Hollywood