NOTÍCIAS
22/05/2015 11:17 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Governo eleva tributação sobre lucro dos bancos

Montagem/Reuters/Estadão Conteúdo

Um dos setores que mais lucram no Brasil está prestes a compartilhar uma quantia maior de seus ganhos com o governo. A Medida Provisória 675, publicada nesta sexta-feira (22) no Diário Oficial da União, prevê elevação de 15% para 20% na Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) incidente sobre as instituições financeiras.

Ou seja, o governo quer aumentar a tributação sobre o lucro estratosférico dos bancos no País.

Segundo ranking das maiores empresas do mundo, publicado pela revista norte-americana Forbes no início deste mês, as três primeiras posições no Brasil são formadas por bancos: o Itaú Unibanco, empresa mais valiosa do Brasil, na 42ª posição mundial, o Bradesco, segundo mais forte no País e 61º na colocação mundial, e o Banco do Brasil, terceira maior empresa nacional e 133ª maior do mundo.

A medida, que abrange também corretoras e outras instituições, pretende atingir uma receita adicional de R$ 4 bilhões ao ano, de acordo com cálculos prévios do governo.

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, já tinha sinalizado no início da semana a possibilidade de elevar tributos para o setor, que deve dar sua contribuição para o aumento da arrecadação. A MP foi publicada no mesmo dia em que o governo anunciou um corte de R$ 69 bilhões no Orçamento da União.

As medidas fazem parte de um esforço do governo para reequilibrar as contas e cumprir sua meta fiscal de 2015. Agora, as medidas foram encaminhadas ao Congresso Nacional.

(Com Agência Brasil)