NOTÍCIAS
19/05/2015 17:01 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Um rio de mercúrio líquido, descoberto sob uma pirâmide no México, pode lançar nova luz sobre a antiga cidade de Teotihuacán

INAH

Mais de 10 anos após a sua descoberta, um túnel misterioso escondido sob uma pirâmide no centro do México está revelando novos segredos.

Arqueólogos dizem que encontraram "grandes quantidades" de mercúrio no fim de um túnel de uns 100 metros, que se encontra sob o lendária pirâmide do Templo da Serpente Emplumada, na antiga cidade de Teotihuacán, cerca de 30 milhas (pouco mais de 48 km) a nordeste da Cidade do México.

"É algo que nos surpreendeu completamente", disse Sergio Gomez, diretor da escavação do túnel, à Reuters, acrescentando que sua equipe ainda não sabe por que o metal líquido foi colocado lá.

(O artigo continua após a imagem)

teotihuacan tunnel

Vista do túnel com um escâner a laser.

O mercúrio foi encontrado em três sítios arqueológicos na América Central, reportou o Guardian. Os arqueólogos acreditam que esse elemento pode ter tido significado ritual, talvez simbolizando uma espécie de rio para o submundo.

"Alguns exemplos foram encontrados na área Maya, mas é muito raro na antiga Mesoamérica", disse o Dr. George Cowgill, antropólogo da Universidade Estadual do Arizona e um dos maiores especialistas do mundo em Teotihuacán, que não está envolvido na descoberta, ao The Huffington Post, por email.

Gomez espera que a descoberta mostre o caminho que leva ao lugar de descanso final de um dos governantes de Teotihuacán. Sem o lugar do enterro o governante nunca foi encontrado - e isso deixa os arqueólogos coçando a cabeça sobre como a cidade pré-histórica foi governada.

Escavações anteriores no túnel levaram a dezenas de milhares de artefatos, incluindo joias, esculturas em pedra e pontas de flechas.

"Essa descoberta pode aumentar um pouco mais as chances de encontrar uma tumba real, mas a incerteza é emocionante", disse Cowgill no e-mail.

Isso nos deixa com um monte de suspense e aguardando ansiosamente os novos desenvolvimentos."

No seu auge, entre o 1º e o sétimo séculos D.C., Teotihuacán media cerca de 14 milhas quadradas, com uma população de mais de 100.000 habitantes. A antiga cidade foi designada como Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1987.

Tradução: Simone Palma

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

Sete curiosidades sobre o México, segundo adversário do Brasil na Copa 2014

Fenda misteriosa surge no México e intriga cientistas (VÍDEO)

Time lapse mostra o Sol de uma forma que você nunca viu antes (VÍDEO)