COMPORTAMENTO
13/05/2015 19:27 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Ex-escrava, Harriet Tubman é escolhida por voto popular para estampar notas de 20 dólares

Woman on 20s

Os norte-americanos querem o rosto da ex-escrava Harriet Tubman estampado notas de 20 dólares.

Ela foi a personalidade icônica escolhida por mais de 600 mil pessoas em votação organizada pelo grupo independente Woman on 20s para ser a nova mulher para ilustrar a nota de US$ 20 no lugar do controverso sétimo presidente dos Estados Unidos, Andrew Jackson. De forma surpreendente, Tubman desbancou grandes mulheres da história americana como a primeira-dama e ativista Elanor Roosevelt, Rosa Parks e Cherokee Wilma Mankiller.

Nascida escrava, Harriet Tubman ficou conhecida no país por sua luta abolicionista, ativismo humanitário e por ter sido uma espiã da União durante a Guerra Civil dos Estados Unidos. Além disso, também foi uma das mulheres importantes na luta em defesa do voto feminino. A escola dela contrasta completamente com as ideias de Jackson, que era dono de uma das fazendas de escravos e chegou a apoiar o ato de remoção dos índios, em 1830, causando a morte de milhares deles por fome, doenças e migração forçada.

#WomanOn20s

A ação, criada pela executiva Barbara Ortiz Howard e pela jornalista Susan Ades Stone, tem como objetivo coletar assinaturas para pedir ao presidente Barack Obama que tire a imagem de seu predecessor Andrew Jackson (1767-1845) das notas e a substitua pela de uma mulher. E, finalmente, conseguiu.

Se fossem recolhidas 100 mil assinaturas, a petição seria levada a Obama, que já se mostrou simpático à ideia em um discurso feito em agosto de 2014. O presidente americano disse que recebeu uma carta de uma criança lhe perguntando por que as mulheres não estavam em nenhuma nota de dólar.

"Ela me deu uma longa lista de possíveis mulheres para se colocar em nossas notas e moedas de dólar, e eu achei que essa foi uma ótima ideia", disse. Até hoje, apenas três mulheres estamparam o dinheiro americano. No século XIX, Martha Washington, a mulher do presidente George Washington, foi a primeira - e última - a aparecer em uma nota de dólar.

Nesta terça-feira (12), o movimento enviou uma petição formal à Casa Branca solicitando que o presidente Barack Obama apoie a mudança. Com isso, o grupo pretente marcar o ano de 2020, quando os americanos comemorarão o centésimo aniversário da 19ª Emenda, que deu às mulheres o direito ao voto. A decisão, no entanto, caberá ao Departamento do Tesouro dos EUA, que não muda um rosto de um papel-moeda desde 1929.

Agora é esperar.

Veja como ficariam as notas de dólar estampadas com mulheres célebres

LEIA MAIS:

- #WomenOn20s: Campanha nos EUA quer que as mulheres sejam estampadas nas notas de US$ 20

- Obama responde carta de jovem que pede rostos femininos estampados nas notas de dólar

- Presidente Barack Obama quer colocar rostos de mulheres no dinheiro americano