NOTÍCIAS
11/05/2015 22:18 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Preço 'elitista' de ingresso divide palmeirenses

Estadão Conteúdo

O jogo entre Palmeiras e Atlético Mineiro de sábado (09), que terminou empatado em 2 a 2, foi marcado pelo silêncio da torcida organizada Mancha Verde, que decidiu não apoiar o time como forma de protesto.

O motivo foi o preço para assistir a partida - o ingresso mais barato custava R$ 80. Outros torcedores chegaram a xingar a uniformizada, principalmente após o gol marcado por Rafael Marques, que garantiu o empate.

Alguns palmeirenses também criticaram a atitude da Mancha nas redes sociais.

Ainda assim, a maioria não aprovou o preço do ingresso.

Apesar disso, o lateral-esquerdo Egídio disse nesta segunda-feira que espera pelo apoio das arquibancadas e lembrou a mudança dos valores para a partida contra o Sampaio Corrêa, na terça-feira (12), pela Copa do Brasil.

"Os jogadores têm certeza que vamos contar com o apoio da torcida. Sabe da imensidão dessa torcida e não sei porque ficaram quietos. Falaram que foi por causa do ingresso, mas para esse jogo já abaixou o preço, então acredito que vamos ter apoio", comentou o lateral, que deve ser titular diante do Sampaio Corrêa e estreou pelo Palmeiras contra o Atlético-MG.

Para o jogo desta terça-feira, a diretoria resolveu diminuir o preço dos ingressos. O mais barato, o setor Cadeira Gol Norte, estava há venda por R$ 40 e não R$ 80, como diante do Atlético-MG. Inclusive, todos os bilhetes do setor já foram comercializados.

(Com Agência Estado)

LEIA MAIS:

- Parque sem Allianz: CBF revolta torcida do Palmeiras ao mandar cobrir nome

- É ELE quem terá a missão de dar o ouro olímpico no futebol ao Brasil em 2016

- 12 jogadas que mostram por que Messi é o melhor do mundo