ENTRETENIMENTO
08/05/2015 16:30 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:03 -02

Morgan Freeman diz que faz uso da maconha para sanar dores da fibromialgia: 'Eu vou comer, beber, fumar ou cheirar'

Getty Images

Que Morgan Freeman é a favor da legalização da maconha não é novidade.

Mas, recentemente, o ator de 77 anos, fez uma revelação que pode ajudar ainda mais o movimento em prol da legalização da erva, principalmente sobre o seu uso para fins medicinais. Em entrevista ao Daily Beast, ele afirmou que faz uso da substância para conter dores provocadas pela fibromialgia (síndrome que provoca dores por todo o corpo continuamente) que adquiriu no braço esquerdo após um acidente de carro em 2008.

"A maconha tem muitas utilidades. Tenho fibromialgia neste braço (esquerdo) e a única coisa que alivia é a maconha", disse. "Muito têm se falado a respeito das crianças que têm convulsões, e eles descobriram que a maconha ajuda a diminuir isso, aumentando a qualidade de vida dessas crianças. Para mim, é isso que diz 'Legalize sem fronteiras'", completou.

Em 2008, Freeman estava dirigindo seu Nissan 1997, em uma estrada do Mississipi, nos Estados Unidos, quando perdeu o controle do carro, que capotou diversas vezes. O braço esquerdo do ator foi esmagado e parte de seus nervos destruídos.

Morgan passou por diversas cirurgias e até hoje não recuperou completamente o uso da mão esquerda. Segundo a People, por este motivo, ele ainda faz tratamentos e usa uma luva de compressão para prevenir o acúmulo de sangue e facilitar a circulação no local.

O ator defende a legalização da substância nos Estados Unidos (e no mundo!) e afirma que o efeito da maconha, enquanto medicinal, pode beneficiar a medicina.

"Como eu uso? Do jeito que vier! Eu vou comer, beber, fumar ou cheirar! Costumavam dizer: 'Você fuma isso, garoto, você fica viciado. Minha primeira esposa me apresentou anos atrás. Esse movimento vem a longo prazo e está ganhando pernas — pernas maiores".

Quando questionado sobre os efeitos negativos provocados pela erva, Freeman comparou a primeira edição do festival de Woodstock com o evento de comemoração dos trinta anos do evento em 1999.

"Basta olhar para Woodstock de 1969. Disseram: 'Não vamos perturbá-los ou falar nada sobre fumar maconha. E não ocorreu nenhum problema ou briga'", disse. "Aí, olha o que aconteceu em 99", se referindo às prisões, incêndios e motins à época.

A entrevista concedida ao Daily Beast, na verdade, era para falar sobre seu novo filme "5 Flights Up", uma comédia em que ele faz par romântico pela primeira vez com a atriz Diane Keaton. Dirigido por Richard Loncraine e produzido por Freeman, o filme ainda não tem previsão de estreia no Brasil.

Além de Freeman, veja quais outras personalidades já assumiram que são "fãs" da erva:

50 famosos que já fumaram maconha

LEIA MAIS:

- Ativistas lançam campanhas no Dia da Maconha

- 10 iniciativas no Brasil que vão na contramão da guerra às drogas

- Snoop Dogg investe em app para delivery de maconha