NOTÍCIAS
07/05/2015 16:03 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Estupro coletivo: integrantes do New Hit são condenados a 11 anos de prisão

Divulgação

Acusados de ter estuprado duas fãs em agosto de 2012, os nove integrantes da banda de pagode New Hit foram condenados nesta quarta-feira (6) a 11 anos e oito meses de prisão, em regime fechado.

Alan Aragão Trigueiros, Edson Bonfim, Eduardo Sobrinho, Guilherme Campos Silva, Jefferson Pinto, Jhon Silva, Michel Melo, Weslen Lopes e William Farias foram denunciados pelo Ministério Público da Bahia.

Os réus ainda podem recorrer da decisão e, por terem comparecido a todas as convocações da Justiça, poderão aguardar em liberdade até o esgotamento dos recursos.

O ex-policial militar Carlos Frederico Aragão, exonerado após ter sido acusado de conivência, também foi condenado à mesma pena.

Relembre

Segundo a denúncia do Ministério Público, os músicos teriam estuprado duas adolescentes de 16 anos no dia 26 de agosto de 2012 em Ruy Barbosa, no interior da Bahia.

A denúncia do MP diz que as jovens foram ao ônibus da banda após o show, para pedir autógrafos e fotos com os músicos, e acabaram violentadas por repetidas vezes, de forma extremamente violenta.

O caso teve grande repercussão nas redes sociais e foi marcado pelo protesto de grupos feministas.