NOTÍCIAS
30/04/2015 12:59 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Adolescente é resgatado com vida após 5 dias soterrado no Nepal; terremoto matou mais de 5.000 (VÍDEO)

AP Photo

Cinco dias depois do terremoto de 7,8 graus que atingiu o Nepal e matou mais de 5.000 pessoas, as equipes de socorro conseguiram resgatar um adolescente de 15 anos dos escombros de um edifício na capital Katmandu.

O jovem, identificado como Pemba Lama, estava soterrado no local onde funcionava um albergue. Uma multidão que acompanhava os trabalhos dos socorristas aplaudiu e se emocionou quando o adolescente com retirado com vida dos escombros nesta quinta-feira (30). O sobrevivente foi encaminhado para um hospital.

Na quarta-feira (29), foram divulgadas fotos do resgate dramático de um bebê de quatro meses que ficou 22 horas soterrado. A criança não sofreu nenhum ferimento grave. Na terça, os socorristas conseguiram retirar um homem que ficou mais de 80 horas preso nos escombros.

Nesta quinta (30), o número oficial de mortos no terremoto que atingiu o país no sábado subiu para 5.489 pessoas, embora as autoridades temam que o total de fatalidades possa chegar a 10 mil. Apesar dos esforços, as equipes de resgate ainda têm muitas dificuldades para chegar às regiões mais isoladas do Nepal.

Milhares de sobreviventes estão desabrigados e sofrem com a falta de água e de alimento. Na quarta (29), milhares de pessoas que tentavam deixar a capital Katmandu entraram em confronto com a polícia local depois que os ônibus especiais prometidos pelo governo não apareceram.

Para tentar amenizar a situação de caos, a ONU lançou um apelo internacional para arrecadar 415 milhões de dólares (mais de R$ 1,2 bilhão) em ajuda para o Nepal. A organização comunicou que a quantia será necessária para que uma força-tarefa seja posta em prática nos próximos três meses. A intenção é auxiliar o governo nepalês na reconstrução do país e atender as necessidades mais urgentes das 28 milhões de pessoas atingidas direta ou indiretamente pelo terremoto.

Everest

O governo do Nepal anunciou nesta quinta-feira que os alpinistas poderão retornar ao monte Everest nos próximos dias. O terremoto de sábado provocou uma avalanche e matou 18 pessoas na área da maior montanha do mundo. "As escadas serão reparadas dentro de dois ou três dias e as escaladas poderão continuar, não há razão para que ninguém abandone sua expedição", disse à AFP o diretor do departamento de Turismo, Tulsi Gautam.