NOTÍCIAS
14/04/2015 13:14 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Marcha pela Liberdade: Kim Kataguiri, do Movimento Brasil Livre, convoca marcha dos descontentes até Brasília

Montagem/Reprodução/Facebook

Após defender "um tiro na cabeça do PT" no protesto de 12 de abril, o líder do Movimento Brasil Livre articula mais uma mobilização contra o governo federal.

Kim Kataguiri, porta-voz dos descontentes com o Partido dos Trabalhadores e o governo de Dilma Rousseff, está organizando a Marcha Pela Liberdade a fim de pressionar o Congresso Nacional para tirar a petista do poder. Ele convocou os insatisfeitos no vídeo abaixo:

"Vamos a pé até Brasília levar a pressão popular até os congressistas e não sairemos de lá até que a voz das ruas seja ouvida pelos políticos. Junte-se a nós nessa luta pela república e pela liberdade."

Contamos com a presença de todos vocês para a Marcha Pela Liberdade, que partirá nessa sexta-feira, dia 17, às 12h na Praça Panamericana. Vamos a pé até Brasília levar a pressão popular até os congressistas, e não sairemos de lá até que a voz das ruas seja ouvida pelos políticos. Junte-se a nós nessa luta pela república e pela liberdade. Curta: Marcha pela Liberdadewww.marchapelaliberdade.com

Posted by Movimento Brasil Livre on Monday, 13 April 2015


Aos 19 anos, Kataguiri se tornou ícone dos jovens que reprovam a gestão petista e querem o impeachment de Dilma. Ele subiu no carro de som nos dois protestos contra o governo e já é aclamado pelos manifestantes.

"O governo do PT não é simplesmente um governo corrupto. É um partido que pega seu dinheiro e utiliza para se perpetuar no poder. Foi assim que eles compraram o Legislativo no mensalão, e assim que comparam no petrolão. E é por isso que a gente pede o impeachment."

Em 15 de março, ele expressou seu temor de que o PT instale no Brasil "o lixo que implantaram na Venezuela", onde a escassez de produtos e a hiperinflação perturbam o dia a dia da sociedade.

A Anistia Internacional também denunciou violações aos direitos humanos na Venezuela por torturas, maus tratos, mortes e prisões de manifestantes contra o governo de Nicolás Maduro.

"O PT é um partido de ditadores, de psicopatas totalitários", comparou Kataguiri.

A concentração da Marcha Pela Liberdade será às 12h de sexta-feira (17) na Praça Panamericana, em Alto de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo.

A caminhada deve durar um mês. A chegada a Brasília está prevista para 20 de maio.

LEIA MAIS:

- Líder do movimento Brasil Livre, Kim Kataguiri desafia Jean Wyllys: 'Me dá uma surra intelectual'