NOTÍCIAS
12/04/2015 16:22 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Motorista atropela manifestantes durante protestos em Santa Catarina

Fernando Stankuns/Flickr
Manifestação de milhares de pessoas que tomaram as ruas de São Paulo contra aumento das tarifas e a péssima qualidade do transporte e por dignidade, não-violência, respeito e contra a corrupção [The Brazilian people are on the streets, saying no to the corruption and against rising rates and poor quality of transport and dignity, non-violence, respect Manifestazione di migliaia di persone per le strade di San Paolo contro l'aumento dei prezzi e la scarsa qualità del trasporto Basta corruzione] Largo da Batata, Pinheiros.

Três motociclistas que participavam do protesto contra o governo federal em Balneário Camboriú foram atropelados por uma mulher na manhã deste domingo, 12. Ninguém ficou ferido. Apenas danos materiais nas motos foram verificados. A condutora não prestou socorro às vítimas, fugiu do local do acidente e resistiu à ordem de prisão.

Policiais perseguiram a motorista e conseguiram detê-la a cerca de 500 metros do Pontal Norte, na Avenida Brasil, onde cerca de 100 motociclistas faziam um protesto pacífico contra o governo. O nome da motorista não foi divulgado. A polícia informou apenas que ela se encontrava "bastante alterada" e fora encaminhada à delegacia para prestar depoimento.

Manifestantes já se reúnem na Praça da Bandeira e arredores, região central de Joinville, norte do Estado, onde são esperadas mais de três mil pessoas, segundo os organizadores do Movimento Brasil Livre (MBL).

Em outras seis cidades catarinenses houve manifestações na manhã deste domingo. Lages, Chapecó, Timbó, Palmitos, São Francisco do Sul e Pomerode concentraram 3.190 pessoas, de acordo com a Polícia Militar. Nenhum incidente foi registrado nestes locais.