NOTÍCIAS
09/04/2015 17:10 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Descobertos em Luxor túmulos da antiguidade egípcia com murais assombrosos

Ministry of Antiquity, Egypt

Arqueólogos no Egito anunciaram a descoberta de dois túmulos antigos, lindamente decorados, nos arredores da cidade histórica de Luxor.

Descobertos em março no sítio arqueológico Sheikh Abd el-Qurna (“Túmulos dos Nobres”), os túmulos datariam da 18ª dinastia do Império Novo egípcio (1543-1292 a.C.), segundo comunicado escrito divulgado pelo Centro Americano de Pesquisas no Egito.

Ambos estão recobertos de hieróglifos e murais coloridos pintados sobre o gesto. Os murais retratam os donos dos túmulos, que se acredita terem sido pai e filho.

Os dois túmulos contêm destroços e evidências de vandalismo e saques cometidos muito tempo atrás, segundo o comunicado.

De acordo com o canal Discovery, eles dividem um pátio com o túmulo de Djehuty, encomendado por um portador do cálice real para os faraós Hatshepshut e Tutmósis III.

Um guardião de um rei, e sua esposa. Descoberto no dia 2 de março, o primeiro túmulo pertence a um Amenhotep (guardião do deus egípcio Amun) chamado Rabiu e sua esposa, Satamen.

O filho e a nora de Amenhotep. O segundo túmulo, encontrado em 10 de março, é de Sa-mut, filho de Amenhotep e Satamen, e de sua esposa, Ta-Khaeet.

egypt tomb

egypt tomb

egypt tomb

egypt tomb

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

Funcionários quebram máscara de Tutancamon e colam peça com durepox

Após destruição arqueológica, líder do Estado Islâmico prega a destruição da Esfinge e das pirâmides do Egito

Turismo no Egito fica cada vez mais arriscado