NOTÍCIAS

Retratos sinceros de uma fotógrafa quer que você responda: 'Qual é o seu maior arrependimento?'

08/04/2015 12:42 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:45 -02

Ter largado a faculdade. Não ter dito "eu te amo" o bastante. Não escutar. Não escrever.

Estes são atos que enchem as pessoas de remorso. A fotógrafa Alecsandra Raluca Dragoi, nascida na Romênia e agora morando em Londres, ficou fascinada com esta simples, mas torturante questão: Qual é o seu maior arrependimento? Seja algo que alguém fez ou, na maioria dos casos, que não fez, ela queria destacar a profundidade da tragédia, da nostalgia e até mesmo do humor associado a essa questão.

pho

Não dizer “Eu te amo” o BASTANTE.

Em seu projeto apropriadamente chamado "Qual é o Seu Maior Arrependimento?", Dragoi procurava oferecer um espaço para que estranhos explorassem seu passado e todo o remorso que lá reside. Ao realizar as sessões de fotos em espaços públicos, como parques e shoppings, ela criou um lugar para que as pessoas pudessem vocalizar suas mais profundas preocupações e culpas, que vão desde o brincalhão ("Ter transado com a mãe de Lee") até os que partem o coração ("não ter estado com meu pai quando ele morreu há 15 anos").

A fotógrafa, que tem apenas 22 anos, achou importante ganhar a confiança dos participantes, convidando muitos deles a se abrirem pela primeira vez. Apesar de ser jovem, ela demostra uma profunda compreensão do tempo, do perdão e do poder de compartilhar o que há tanto tempo foi reprimido. Ela insiste em dizer que o projeto foi inspirado na obra da artista conceitual Gillian Wearing, uma mulher conhecida por fotografar estranhos anônimos com compaixão e introspecção.

"Eu acho que, muitas vezes, quando você compartilha seus pensamentos com alguém, mesmo que seja uma pessoa estranha, você libera uma mancha dolorosa da alma e você pode se sentir livre," escreve Dragoi em seu site de fotografia.

  • Alecsandra Raluca Dragoi
    As coisas não terem saído como planejado
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Ter abandonado a faculdade.
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Meu arrependimento é não ter aproveitado mais as oportunidades na universidade.
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Meu arrependimento é não entender a opinião dos outros com uma cabeça mais aberta – não somos todos iguais. London, UK
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Não ter escrito o tanto quanto gostaria. Romenia
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Eu escutei mais os outros do que a mim mesma.
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Sem ARREPENDIMENTOS!!! – London, UK
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    O que eu fiz ontem à noite. Índia
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Todos os ‘Sim’ que deveriam ter sido ‘Não’
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Eu estava com raiva, carrancuda e chateada na última vez que o vi, antes da sua morte repentina. Eu gostaria que minha última memoria dele tivesse sido mais feliz
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Ter transado com a mãe de Lee
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Não saber ouvir. Essex.
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Sem arrependimentos!!!
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Não ter me tornado um jogador de futebol
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Não ter estado com meu pai quando ele morreu há 15 anos. Richard Gatward Nova York USA
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Não ter confiança para ser o melhor que poderia ser!!! Inglaterra
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Ter me viciado em álcool. UK
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Eu não me arrependo de nada!!!
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Quando eu roubei dinheiro de minha irmã! UK
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Ter apoiado o Middlesbrough Fumar maconha
  • Alecsandra Raluca Dragoi
    Eu me arrependo de não ter ido ao funeral de meus avôs por que eu estava morando na China na época. Espanha

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- Uma jornada pessoal em busca de outra medida

- 6 coisas que ninguém te conta sobre sonambulismo