MUNDO
02/04/2015 19:43 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Papa Francisco quebra protocolo em cerimônia de lava-pés

JOEL SAGET via Getty Images
The wax effigy of Pope Francis is displayed in front of Paris cathedral Notre-Dame, on April 2, 2015. AFP PHOTO/JOEL SAGET (Photo credit should read JOEL SAGET/AFP/Getty Images)

O Papa Francisco lavou os pés de doze detentos e um bebê na principal prisão de Roma nesta Quinta-Feira Santa, em um ritual de preparação para a Páscoa que mostra a sua vocação de servir.

Enquanto os presos choravam, Francisco ajoelhava-se, derramava água de um jarro de água no pé de cada um e os secava. Em seguida, beijava os pés dos presos, reencenando o ritual que Jesus realizou antes de ser sacrificado.

Os detentos incluíam seis homens da prisão da Rebibbia e seis mulheres do centro de detenção feminino das proximidades. Uma delas carregava no colo seu filho, que também teve seus pés lavados.

Francisco revolucionou a cerimônia do lava-pés, convidando mulheres e não-católicos para o ritual. As regras do Vaticano dizem que a cerimônia deve ser realizada com homens, já que os apóstolos eram todos do sexo masculino.

Em uma homilia feita na capela da prisão, Francisco procurou dar esperança aos detentos, dizendo-lhes que Jesus os amou até o ponto de dar sua vida por todos e por cada um deles.

"Ele fez isso para você, para você, para você e para mim", pregou o pontífice, apontando para o presos. "Para todos com um primeiro e um último nome. Porque seu amor é pessoal."

Com informações Associated Press.