COMPORTAMENTO
02/04/2015 14:49 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

9 sinais de que você namora uma pessoa extrovertida (e as vantagens disso)

Reprodução/IMDB.com

Apesar das diferenças, um introvertido e o outro extrovertido fazem um excelente par romântico. Talvez seja o caso de “os opostos se atraem”, já que o que falta em um parceiro o outro mais que compensa. Eles se equilibram um ao outro.

"Os extrovertidos relatam que os introvertidos lhes dão permissão para explorar o lado mais sério e introspectivo" escreveu Susan Cain, autora de Silêncio: O Poder dos Quietos – Como os Tímidos e Introvertidos Podem Mudar um Mundo que Não Para de Falar, no convite para o blog do site de relacionamentos eHarmony. "Os introvertidos, por outro lado, muitas vezes se sentem gratos porque os seus parceiros extrovertidos tornam o ambiente mais leve e casual - e que eles se encarregam de grande parte da conversa".

É importante notar que o "introvertido" e o "extrovertido" não são apenas sinônimos para "tímido" e "simpático" - existem introvertidos simpáticos e extrovertidos tímidos. A principal diferença entre esses dois temperamentos é a forma como a energia é adquirida. Os introvertidos ganham energia e se recarregam por passar o tempo sozinhos, enquanto os extrovertidos ganham energia cercando-se de outras pessoas.

Abaixo, pedimos a autores, psicólogos, escritores de relacionamento e casais da vida real que compartilhassem as situações mais comuns que surgem quando um introvertido se casa com um extrovertido.

1. Você prefere sentar e pensar após uma briga enquanto o seu parceiro quer resolver as coisas imediatamente.

Os “na deles” e os “saídos”, como às vezes são chamados, têm diferentes formas de responder ao conflito. Os introvertidos precisam de tempo para processar calmamente a situação, enquanto os extrovertidos muitas vezes preferem pensar em voz alta e enfrentar o problema de frente, assim que possível.

"Meu marido sente necessidade de conversar porque os extrovertidos processam as coisas dessa forma", disse a autora Betsy Talbot ao Huffington Post.

"Eu quero pensar sobre o ocorrido e conversar quando eu tiver recomposto meus pensamentos. Me deixa louca a ideia de ter que pensar em voz alta e, para ele é uma loucura não poder debater suas ideias comigo. Desde então, aprendemos a discutir de forma mais produtiva, mas os primeiros anos foram um saco".

2. Você confia no seu cônjuge para salvá-lo de conversas muito longas nas festas.

É como se você tivesse um sinal nas suas costas dizendo: "Conte-me tudo!" De alguma forma, você sempre acaba encurralado por um estranho com muito a dizer em uma festa. Felizmente, o seu cônjuge extrovertido não tem nenhum problema em intervir.

"Os introvertidos são excelentes ouvintes e não são muito bons em socializar, então em festas, nós somos alvos de tagarelas", disse Sophia Dembling, autora de Introverts in Love: The Quiet Way to Happily Ever After, ao HuffPost Weddings. "E enquanto os extrovertidos têm talento para passar de pessoa para pessoa em uma festa, os introvertidos nem sempre são muito bons em terminar longas conversas."

3. Ocasionalmente nós vamos em dois carros para as festas, assim um vai pra casa cedo e o outro continua socializando.

Os introvertidos acham que bater papo suga a sua energia, enquanto os extrovertidos são especialistas em conversar com conhecidos e estranhos. "O esforço para ser uma borboleta social significa que a minha mulher, que é introvertida, atinge seu limite de cansaço mais rápido do que eu", disse Harris O'Malley, o homem por trás do blog Paging Dr. NerdLove. "De vez em quando isso significa que eu tenho que dar um fim à festa. Em outras ocasiões vamos em carros separados para que ela possa ir para casa e eu possa ficar até quando estiver pronto."

4. Você vê o tempo que está sozinho como uma forma de rejuvenescimento, mas o seu cônjuge acha que é extremamente chato.

"Quando não estamos no trabalho, minha esposa e eu passamos a maior parte do tempo juntos e nós dois tiramos vantagem disso", disse o autoproclamado introvertido Darcy Johnston. "Mas quando chega a hora em que eu quero fazer minhas próprias coisas, como jogar vídeo game ou assistir a um dos meus filmes, sua resposta é sempre: 'Bem, o que é que eu vou fazer?" Sem interação humana, ela fica frustrada e fica entediada. Eu tenho que achar alguma coisa para ela fazer. E mesmo assim ela me manda mensagem, "Falta muito para terminar?'"

Às vezes, os extrovertidos levam isso para o lado pessoal, quando seus parceiros introvertidos procuram a solidão - mas não deveriam. "Nós não fazemos atividades sozinhos, porque estamos tristes, negativos ou deprimidos", escreveu a blogueira do HuffPost, Kate Bartolotta em um post. "Nós fazemos isso porque é o que nos energiza. Nós ficaremos mais felizes em vê-los quando voltarmos."

5. Você fica surpreso com a facilidade com que o seu cônjuge encontra novas pessoas, enquanto você tende a manter seu pequeno círculo de amigos próximos.

Os extrovertidos estão constantemente fazendo novos amigos - na fila do Starbucks, no correio ou até andando na rua. Em outras palavras, em qualquer lugar. Os introvertidos, por outro lado, são muitas vezes descritos como "lentos para aquecer" e requerem mais tempo para estabelecerem uma conexão real com uma outra pessoa.

"Nós agora vivemos em uma pequena vila na Espanha e Warren imediatamente começou a fazer amigos e praticar seu espanhol", disse Talbot. "Ele fala com todo mundo e leva uma hora para ir ao mercadinho, embora fique a apenas 500 metros da nossa porta. Levou muito tempo para que as pessoas se lembrassem de mim como alguém diferente de 'a esposa de Warren', porque eu não sou tão extrovertida".

6. Você prefere paz e tranquilidade após um longo dia de trabalho, enquanto que o seu cônjuge quer conversar sobre o seu dia.

"Minha esposa é introvertida, mas ela tem se virado porque ela tem um trabalho de atendimento ao cliente intenso, onde precisa encarar de frente os clientes, exigindo que ela fale com dezenas de pessoas todos os dias", disse O'Malley. "Eu, por outro lado, sou uma pessoa extrovertida, mas também sou um escritor, o que significa que eu passo a maior parte do meu dia sozinho na frente do computador. No momento em que ela sai do trabalho, ela está exausta de tanta socialização, enquanto eu estou desejoso de contato humano."

7. Vocês têm ideias diferentes de como é um encontro amoroso perfeito.

Na maioria das vezes, o introvertido pode preferir uma noite tranquila em casa, aconchegado no sofá, assistindo Netflix em vez de, digamos, um bar lotado. Mas mesmo quando ele ou ela sente vontade de sair, as preferências do introvertido podem não estar alinhadas com as do parceiro extrovertido.

"Os introvertidos, que são mais sensíveis a estímulos externos, estão sempre prontos para diminuir as luzes e ação - pense cinema escuro ou restaurante tranquilo", disse o psicólogo clínico, Dr. Laurie Helgoe, autor de O Poder dos Introvertidos." E os extrovertidos, que estão focados em buscar recompensas externas, querem agitar em um cassino ou happy hour."

8. Você faz de tudo para evitar atividades que envolvam a participação de todos, enquanto o outro busca por elas.

"Minha esposa e eu adoramos ir a shows de comedia, mas os momentos que antecedem o início do show são terríveis para mim", disse Cody Mullins, escritor sobre introvertidos e relacionamentos." Minha esposa adora se sentar na frente, onde há uma boa chance do comediante nos puxar para o seu espetáculo, o que é praticamente um pesadelo pessoal pra mim. Os minutos que antecedem o show geralmente são preenchidos com argumentos de pânico (o pânico todo vindo de mim) de onde devemos nos sentar. Eu sempre exijo o canto mais distante, onde nossa participação involuntária está praticamente garantida de não acontecer. E, assim, se isso acontecer, eu terei uma rota de fuga fácil pela porta dos fundos."

9. As conversas entre os dois podem ser unilaterais, e isso, às vezes, é OK.

O introvertido tende a ouvir mais do que falar e fazer boas perguntas, o que funciona bem, pois dá ao cônjuge extrovertido mais espaço para falar.

"Eu, pessoalmente, penso em tudo o que eu vou dizer antes de dizer - eu quero me certificar de que faz sentido e que representa o que eu quero dizer", disse Johnston ao Huffington Post. "Minha esposa, na maioria das vezes, não tem filtro e sempre diz o que está na sua mente... Eu não gosto de forçar ou ter que conduzir uma conversa. Ela gosta de falar e precisa de alguém para ouvi-la, por isso esta combinação é mutuamente benéfica. Eu a ajudo por ser o amigo que ouve e ela ajuda puxando a pressão da conversa para longe de mim."

Fique ligado! Confira o HuffPost Weddings no Facebook, Twitter e Pinterest

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

Cinco mitos sobre introvertidos e extrovertidos no trabalho

Como os introvertidos interagem com o mundo? Aqui estão 10 características bem diferentes

Caros introvertidos, sentimos muito. Assinado: extrovertidos