COMPORTAMENTO
27/03/2015 16:48 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

6 coisas que ninguém te conta sobre sonambulismo

No ano passado, acordei certa vez no meio da noite. Meu namorado não estava na cama. Voltei a dormir, achando que ele estava no banheiro. Algumas horas depois, ele ainda não tinha voltado. Procurei no banheiro – ninguém. Na cozinha. Idem.

Só faltava olhar o quarto da minha colega de quarto. Ela ia passar a noite fora, então dei uma espiada. Lá estava ele, encolhido numa posição fetal, na cama dela.

“O que você está fazendo?”, perguntei.

“Como assim o que estou fazendo?” Ele parecia confuso (e irritado) com o fato de eu acordá-lo. Ele rapidamente percebeu que estava no quarto errado – e na cama errada --, mas não lembrava como foi parar lá.

O sonambulismo é um tipo de parassônia , um grupo de “comportamentos que ocorrem durante o sono e que não esperaríamos normalmente”, diz Charlene Gamaldo, diretora médica do Centro do Sono da Universidade Johns Hopkins e integrantes da Academia Americana de Medicina do Sono. Ele cai na mesma categoria de falar dormindo, comer dormindo e outras ações inesperadas durante o sono.

Na verdade, diz Gamaldo, não temos certeza de tudo o que acontece quando estamos dormindo. Mas, com base no que os especialistas já sabem, eis alguns dados surpreendentes sobre o sonabulismo.

despertador

1. A hora da noite em que ocorre o sonambulismo pode ser muito esclarecedora.

Quem tem episódios de sonambulismo logo depois de dormir está num estágio do sono completamente diferente de alguém que exibe o mesmo comportamento em uma fase mais adiantada do sono. O sonambulismo clássico ocorre no primeiro terço da noite, quando a pessoa está na no estágio não-REM do sono (quando não há sonhos), disse Gamaldo ao The Huffington Post.

Meu namorado tem episódios de sonambulismo nas primeiras horas logo depois de dormir. Ele já acordou na cama errada, sentado no sofá e até mesmo andando na chuva.

É importante saber em que fase do sono acontecem esses episódios porque, durante a fase REM , a condição não é sonambulismo, e sim transtorno de comportamento REM, na qual a pessoa está agindo conforme o que acontece no sonho.

O sonambulismo não é perigoso (especialmente se a pessoa está num ambiente seguro), mas o transtorno de comportamento REM pode ser o primeiro sinal de doenças degenerativas como mal de Parkinson e ou demência com corpos de Lewy.

2. O sonâmbulo não se lembra do que aconteceu.

Sonâmbulos em geral não se lembram do que aconteceu, diz Gamaldo. E sim, isso vale até mesmo para os casos em que o sonâmbulo faz e acontece.

Catherine Losurdo, 24, é sonâmbula desde a adolescência e diz que saiu do hotel quando estava numa viagem pela Espanha.

“Aparentemente saí do hotel no centro de Barcelona de shorts e camiseta, voltei, conversei com o recepcionista em espanhol e pedi que ele ligasse para o meu quarto”, disse ela ao HuffPost. “Subi dez lances de escada até o quarto e não lembro de nada. Minha mãe me contou tudo na manhã seguinte.”

Curiosamente, quem tem comportamento anormal durante a fase REM do sono tem mais probabilidade de se lembrar do que estava sonhando e, portanto, por que estava agindo de certa maneira.

3. Os olhos dos sonâmbulos costumam estar abertos.

Sonâmbulos que não estão na fase REM costumam estar de olhos abertos, mas os olhos ficam vidrados e a pessoa parece estar meio dormindo.

“Me disseram que era difícil saber se eu estava tendo um episódio de sonambulismo porque meus olhos estavam abertos e eu conversava com as pessoas”, diz Losurdo.

Quem está agindo conforme os sonos em geral está de olhos fechados.

4. Você não deve acordar um sonâmbulo. Mas você deve guiá-lo.

Você pode ter ouvido dizer que não é recomendável acordar um sonâmbulo. E de certa forma isso é verdade.

“Eles estão confusos e perdidos”, diz Gamaldo. “Estão potencialmente muito agitados e agressivos.”

A melhor coisa a fazer é guiá-los cuidadosamente de volta para a cama. “O mais importante é garantir que eles estejam seguros”, diz ela.

dormindo

5. Tudo o que atrapalha o sono pode causar sonambulismo.

Meu namorado percebeu que tem sonambulismo quando está extremamente cansado, se bebeu ou se estava muito estressado antes de dormir. De fato, diz Gamaldo, tudo o que te faça ter um sono perturbado pode levar ao sonambulismo: ambiente desconhecido, quarto desconfortável, falta de sono, doença, estresse e álcool. Mas o sonambulismo pode ser genético e é mais comum em crianças

6. Há maneiras de evitar o sonambulismo.

Se você é sonâmbulo, certifique-se de que está dormindo muito bem e um número de horas suficiente. “Adote um padrão saudável de sono”, diz Gamaldo.

Isso inclui dormir num quarto frio e escuro, sem TV ou luzes muito claras. Evite comidas apimentadas ou jantares pesados antes de dormir, o que pode causar azia. Evite o álcool: apesar de te ajudar a pegar no sono, ele aumenta as chances de que você acorde no meio da noite.

E, finalmente, elimine o estresse ao máximo: relaxe e descomprima antes de ir para a cama.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- 5 orientações para você pegar no sono quando estiver ansioso demais para conseguir dormir

- O turno em que você trabalha é MUITO mais importante do que você imagina

- 5 maneiras pelas quais a qualidade do seu sono afeta o que você come